-->

banner topo

[RESENHA] Sorrisos Quebrados

terça-feira, outubro 17, 2017 Nenhum comentário
              “Sorrisos quebrados” é um livro lindo acima de tudo. Eu sou uma apaixonada por livros dramáticos, por personagens com histórias fortes e por temas reflexivos como pano de fundo. Esse livro tem tudo isso, mas consegue ainda fazer algo incrível: adicionar pinceladas de romance, esperança e muito amor em cada página.
                Geralmente eu começo minhas resenhas fazendo uma pequena sinopse, mas dessa vez ficou um pouco difícil. O livro da escritora portuguesa Sofia Silva é absolutamente "sentir" e, por isso é muito difícil descrever, mas vamos lá. A narrativa é feita por dois personagens: Paola, uma pintora esmagada por seu ex marido e André, um quase arquiteto que viu sua vida desmoronar como um projeto mal planejado. Essa mudança de perspectiva na narrativa dá um toque todo especial a leitura pois ambos os personagens me encantaram. Eu queria abraçar os dois, queria conhece-los. Queria senti-los  e queria conhecer seus passados. A variação de ponto de vista nos dá a oportunidade de respirar fundo e conhecer os medos e traumas de cada um dos dois e, juntos entender o passado da pequena Sol.
                Sol é uma criança de 4 anos, que recebe tratamento na mesma clínica que Paola e é a grande protagonista de toda essa estória. Não tem como não se emocionar e sentir o sofrimento representado pelo passado de Paola, André e Sol, mas ao mesmo tempo que a autora choca com temas muito fortes como relacionamentos abusivos, homofobia e dependência de drogas ela nos enche de esperança ao trazer esse pequeno raio de sol para a trama e um amor crescente manifestado de diversas formas.
                Tem tanto que eu ainda gostaria de falar sobre esse livro, mas não quero tirar de vocês todas as emoções que eu senti a cada página. Respirem fundo após o prólogo. Sofia Silva começou com o pé na porta, mas o sofrimento de Paola parece diminuir com a nossa leitura. Ao concluir o livro senti como se eu estivesse colaborando para curar as feridas de cada personagem, então vou terminando por aqui e deixando a única resposta que tenho para quem me pergunta se gostei do livro: Leiam!


                Um livro romântico e dramático na mesma medida, um texto muito bem escrito, uma capa absolutamente linda que me ganhou de cara, um acabamento impecável com detalhes no cabeçalho de todas as páginas e ilustrações de entrada em cada capítulo. “Sorrisos quebrados” mexeu comigo, me coloriu. “Vamos saltar juntos?” 5 estrelas sem pensar duas vezes.

*Livro recebido de parceira com a Editora Valentina.

Título: Sorrisos quebrados 
Autora: Sofia Silva
Ano de publicação: 2017
Páginas: 232
Editora: Velentina
No idioma: Português
Gênero: Romance/Ficção portuguesa
ISBN: 9788558890458
Avaliação média: 4.6/5 (855 votos)

Minha Avaliação: 5/5
Data da Resenha: 13/10//2017
Resenhado por: Fernanda Oliveira

[SAGA LUX #4] LEIA O PRIMEIRO CAPÍTULO DE ORIGINAIS

quarta-feira, outubro 11, 2017 Nenhum comentário
O lançamento de Originais, quarto livro da Saga Lux da nossa parceira Editora Valentina está previsto para novembro. Para aliviar a ansiedade você pode ler o primeiro capítulo do livro aqui no Depois da Moderação, mas se você ainda não sabe o que vai rolar nesse volume, segue a sinopse abaixo:

SINOPSE    Daemon fará o que for preciso para ter a Katy de volta. Após a bem-sucedida, porém desastrosa, incursão a Mount Weather, ele está tendo que encarar o impensável. Katy foi capturada. Sua única meta agora é encontrá-la. Destruir qualquer um que se ponha em seu caminho? Com todo prazer. Incendiar o planeta inteiro para salvá-la? Moleza. Expor sua própria raça ao mundo? Sem problema.    Tudo o que a Katy pode fazer é sobreviver.Cercada por inimigos, a única maneira que ela tem de sair dessa é se adaptando. Afinal, nem todas as facetas do Daedalus são totalmente malucas, embora os objetivos do grupo sejam assustadores e as verdades propagadas ainda mais perturbadoras.
    Quem é de fato o inimigo? O Daedalus? A humanidade? Ou os Luxen?Juntos, eles podem encarar o que vem pela frente.No entanto, a pior de todas as ameaças esteve escondida o tempo inteiro.
    Quando as verdades vierem à tona e as mentiras forem enfim desmascaradas, de que lado o Daemon e a Katy decidirão ficar? E será que eles conseguirão, pelo menos, continuar juntos?

Agora chega de enrolação, abaixo você pode conferir o primeiro capítulo:

SAIU O TRAILER DE STAR WARS - OS ÚLTIMOS JEDI!

terça-feira, outubro 10, 2017 Nenhum comentário
E a espera acabou, nessa madrugada do dia 10/10 saiu o primeiro teaser trailer do 8º filme da franquia Star Wars, Os Últimos Jedi. Assista:


INFORMAÇÕES:

Sinopse:Em ‘Star Wars: Os Últimos Jedi‘, a saga Skywalker continua quando os heróis de ‘O Despertar da Força‘ se juntam com as lendas galácticas em uma aventura épica repleto de mistérios antigos da Força e revelações chocantes do passado.
Direção: Rian Johnson
Gênero: Ficção Científica
Distribuidora: Walt Disney
Orçamento: US$ 200 milhões
Estreia: 14 de Dezembro de 2017
O que vocês estão esperando do filme?

[RESENHA] A Lista Negra

segunda-feira, outubro 02, 2017 Nenhum comentário
Sinopse: E se você desejasse a morte de uma pessoa e isso acontecesse? E se o assassino fosse alguém que você ama? O namorado de Valerie Leftman, Nick Levil, abriu fogo contra vários alunos na cantina da escola em que estudavam. Atingida ao tentar detê-lo, Valerie também acaba salvando a vida de uma colega que a maltratava, mas é responsabilizada pela tragédia por causa da lista que ajudou a criar. A lista com o nome dos estudantes que praticavam bullying contra os dois. A lista que ele usou para escolher seus alvos. Agora, ainda se recuperando do ferimento e do trauma, Val é forçada a enfrentar uma dura realidade ao voltar para a escola para terminar o Ensino Médio. Assombrada pela lembrança do namorado, que ainda ama, passando por problemas de relacionamento com a família, com os ex-amigos e a garota a quem salvou, Val deve enfrentar seus fantasmas e encontrar seu papel nessa história em que todos são, ao mesmo tempo, responsáveis e vítimas. A lista negra, de Jennifer Brown, é um romance instigante, que toca o leitor; leitura obrigatória, profunda e comovente. Um livro sobre bullying praticado dentro das escolas que provoca reflexões sobre as atitudes, responsabilidades e, principalmente, sobre o comportamento humano. Enfim, uma bela história sobre auto-conhecimento e o perdão.

     Nick Levil, o autor do tiroteio do Colégio Garvin, se matou depois de atirar em Valerie, de 16 anos no dia 2 de maio. Ninguém soube dizer ao certo se ela foi uma heroína por pular na frente de Jessica, sua arqui-inimiga que jamais imaginara salvar, ou se estava junto com seu namorado nessa. Valerie e Nick começaram a escrever sobre as pessoas das quais não gostavam em um caderno. Assim surgiu "a lista negra": um caderno de capa vermelha onde eram listadas as pessoas que praticavam bullying contra eles. Pessoas que Nick achava que mereciam algum tipo de punição por conta disso.
     Todos se voltam contra Valerie, até mesmo seus pais, pois acreditam que ela é a culpada de ter comandado as mortes,mas apesar disso ela não consegue odiar seu falecido namorado. Não consegue relacionar o garoto que amava com aquele que cometeu tais atrocidades. Ela se culpa por não ter percebido nada. Por não ter entendido que ele falava sério. Então conhecemos os dois lados de Nick: o namorado romântico que foi tão vítima quanto cada um dos adolescentes assassinados, e o agressor que abriu fogo contra a escola.
     Frank,o irmão de Val, se sente deixado de lado por toda atenção que acaba sendo voltada para Valerie. Seu pai a culpa por tudo que estão passando, preferia interná-la novamente e viver em paz sua vida com sua amante e sua mãe teme que Val machuque a si mesma. Às vezes ela só queria fugir galopando em seus cavalos do papel de parede.
     O livro é contado pelo ponto de vista da Val, mesclado com pedaços de matérias do jornal local a respeito da tragédia, que servem para nos situar melhor dentro dos acontecimentos e relatam como ocorreram as mortes. Vai tratar de assuntos como bullying, depressão, suicídio e tudo que habita entre um e outro. Assuntos importantes que cansamos de ver na vida real e que precisam ser discutidos com seriedade.
     Gostei muito de como a história foi concluída e foi uma narrativa um tanto angustiante, pois consegui me ver na pele de cada pessoa ali apesar de o livro ser narrado pela Val.

"É preciso entender que todas as nossas ações tem reações e que nunca saberemos como nossas palavras e provocações serão recebidas por outras pessoas. É preciso enxergar além do estereótipo que criamos e enxergar pessoas, não apenas um rótulo que usamos para nos separar e odiar."

INFORMAÇÕES DO LIVRO
Título: A Lista Negra
Autora: Jennifer Brown
Ano de publicação: 2012
Páginas: 272
Editora: Gutenberg
No idioma: Português
Gênero: YA
ISBN: 9788565383110
Minha Avaliação: 5,0/5,0
Data da Resenha: 10/04/2017
Crítico: Vanessa Januth

[RESENHA] Quando cai o raio

sábado, setembro 30, 2017 2 comentários

Jessica Matriani é uma garota de 16 anos  “basicamente uma boa menina, mas talvez um pouco precipitada para se envolver em brigas”. Em outras palavras: meio esquentadinha daquelas que não hesitam em dar uns bons socos em quem se mete a zombar de sua melhor amiga Ruth ou de um dos seus irmãos, Mike e Douglas. Essa personalidade forte a levou muitas vezes para a detenção depois da aula, onde conheceu muita gente diferente, com as quais não conviveria em outras circunstâncias. Entre eles, talvez o que mais tenha chamado a sua atenção seja Rob Wilkins, um “caipira” e membro do motoclube Hell’s Angels. E com a chuva que estava se formando naquela tarde depois da escola, ela devia mesmo ter aceitado a corona de Rob.
Jessica foi atingida por um raio (Isso mesmo!! Um raio!) em meio a uma tempestade, que ainda bem, não se mostrara ser um furacão afinal. Depois disso, as opiniões se dividiam entre desespero (Ruth) e ceticismo (sua família) toda vez que ela contava o que havia acontecido. Mas tudo mudou mesmo quando os sonhos começaram... Quem eram Sean Patrick e Olivia Maria?
Após o incidente com o raio Jessica desenvolveu um poder especial e agora era o que chamavam de paranormal. O problema foi que esse dom diferente, alarmado pelos jornalistas, tornou-a especialmente interessante para o governo levando-a para uma base militar onde deveria desenvolver suas habilidades. Mesmo longe da família e dos amigos, o que mais incomodava Jess na verdade era o arrependimento do que causara a Sean, uma das primeiras pessoas que apareceram em suas visões.
Narrado em primeira pessoa na forma de uma “declaração” escrita e assinada pela protagonista o livro tem um pouco de romance, um pouco de comédia e uma mudança radical nos rumos da estória. Confesso que quando eu comecei a ler achei que seria apenas mais um livro de adolescentes de 16 anos que se apaixonam no último ano da escola, mas realmente “quando cai o raio” o foco do texto muda completamente e me prendeu completamente.   
Eu gostei do livro e li em uma levada só, mas não sei, senti que ficou faltando alguma coisa. Faltou aquele “que” que dá potência na narrativa. Talvez os acontecimentos tenhas acontecido meio rápido demais. Não sou muito fã de livros detalhistas, que descrevem excessivamente os detalhes ou os personagens, mas nesse caso específico acho que isso cairia muito bem. Quando terminei de ler ficou na minha cabeça a sensação de que tinha lido um thriller, mas sem aquelas prendidas na respiração típicas de livros assim. Não sei explicar bem, mas achei a ideia maravilhosa e criativa, porém pouco explorada.
Agora em defesa da autora eu tenho que dizer que “Quando cai o raio” é o livro 1 de uma série de 5 que com certeza absoluta lerei (até porque nas últimas páginas tem a deixa perfeita para te deixar obcecada pela continuação). Com isso, talvez toda essa impressão que eu tive, de que faltou algo, só esteja diluída ao longo da série. Quando eu ler os outros escrevo aqui para vocês, combinado?
Como pontos negativos, além do que eu já falei tenho que desabafar: por que toda garota dos livros de adolescente tem que estar na banda ou na orquestra da escola? Violet em “Lugares incríveis” (que aliás se passa no mesmo estado que “Quando cai o raio”: Indiana), Mia em “Se eu ficar” e agora Jess. Sei lá. Foi só um dasabafo, porque de fato esse clichê não contribuiu em nada para a estória. E por último, gente, existe “voz de uma mulher negra”? Confesso que a frase que aparece no primeiro terço do livro me incomodou bastante.

                Fisicamente o livro é bem leve e a capa, apesar de não ter chamado muito a minha atenção tem um que de capa original, sabe, daquelas mais simples e objetivas. De uma maneira geral a leitura é extremamente leve e bastante agradável. E tenho que descordar da Jess, mas Steven Tyler é sim um gênio da música, mas não posso falar muito sobre o Prince (me desculpem os fãs, falha minha hahahaha). Agora de verdade, eu gostei do livro, mas na foi para a minha lista dos favoritos, pelo menos não isoladamente, como já disse talvez a série ainda me surpreenda. Pesquisando sobre achei legal saber que “Desaparecidos” foi adaptado para um série também de TV exibida em 3 temporadas entre 2003 e 2006. Fiquei com vontade de assistir. Para encerrar a resenha, minha avaliação foi de 3,5/5 no Skoob.
Título: Quando cai o raio 
Série: Desaparecidos
Autora: Meg Cabot
Ano de publicação: 2001
Páginas: 272
Editora: Galer Record
No idioma: Português
Gênero: Ficção
ISBN: 9788501088178
Avaliação média: 4,1/5
Votos:
2.388
Minha Avaliação: 3,5/5
Data da Resenha: 30/09/2017
Resenhado por: Fernanda Oliveira

[CRÍTICA] #REALITYHIGH Netflix

sábado, setembro 09, 2017 1 Comentário


#REALITYHIGH acabou de entrar no catalogo da Netflix, é um romance voltado para o público mais adolescente, tem todo aquele ambiente de ensino médio se preparando para se inscrever nas universidades. É claro, não pode faltar as lideres de torcida, a garota popular, o atleta da escola e a menina fora do padrão que sofre algum tipo de preconceito.
Seguindo nosso contexto atual, as zoações com a protagonista Dani ocorrem principalmente no mundo virtual, sem qualquer preocupação com as consequências do ciberbulling, um dos pontos do filme que achei ter sido tratado sem qualquer responsabilidade.
Eu não sou o público alvo do filme, mas isso não me impede de compara-lo a outros, nessa questão acredito que ele ficou muito preso no triangulo amoroso adolescente com dois jovens populares e um nerd/rejeitado, sem contar que é uma releitura bem próxima do Ela é Demais(1999).
Toda a história reforça a ideia que a moça é o patinho feio, isso fica ainda mais claro quando ela vai com uma roupa inadequada para uma festa.
Além de não haver uma punição correta quanto aos abusos do ciberbulling também tive certo incomodo ao perceber que a protagonista muda tanto para ser aceita pelos colegas mas em nenhum momento ocorre um empoderamento da personagem que seria essencial.
#REALITYHIGH oferece mais do mesmo dos romances adolescentes. É um filme leve, sem qualquer preocupação com o peso do ciberbulling na vida dos adolescentes. Onde situações de abuso emocional dos adolescentes são tratados como um exagero por parte dos jovens.


Nome: #REALITYHIGH
Diretor: Fernando Lebrija
Elenco:Nesta Marlee Cooper, Kate Walsh, John Michael Higgins, Keith Powers, Alicia Sanz, Jake Borelli, Kid Ink, Yousef Erakat, Rebekah Graf, Anne Winters, Peter Gilroy, Patrick Davis.
Data de lançamento: 09/09/2017
Gêneros: Comédias, Comédias adolescentes
Classificação da MPAA: 14 anos
Duração: 1h 39 min
Avaliação segundo o IMDB
              Avaliação: 6,1/10
              Votos: 82
Crítica
Crítico: Evelin Lopes
              Avaliação da crítica: 5,0/10 
              Data Crítica: 09/09/2017

[BIENAL DO RIO] Ninguém nasce herói - Eric Novello

quinta-feira, agosto 31, 2017 1 Comentário
Chuvisco vive em um futuro onde o Brasil já não é mais um lugar seguro: o país está sob o comando do Escolhido, um líder religioso que dissemina o ódio contra as mais diversas minorias. Porém, o jovem e seus amigos estão dispostos a tentar mudar sua realidade - por mais difícil que seja. Afinal, ninguém nasce herói. Mas isso não nos impede de salvar o mundo de vez em quando.

Num futuro em que o Brasil é liderado por um fundamentalista religioso, o Escolhido, o simples ato de distribuir livros na rua é visto como rebeldia. Esse foi o jeito que Chuvisco encontrou para resistir e tentar mudar a sua realidade, um pouquinho que seja: ele e os amigos entregam exemplares proibidos pelo governo a quem passa pela praça Roosevelt, no centro de São Paulo, sempre atentos para o caso de algum policial aparecer. Outro perigo que precisam enfrentar enquanto tentam viver sua juventude são as milícias urbanas, como a Guarda Branca: seus integrantes perseguem diversas minorias, incentivados pelo governo. É esse grupo que Chuvisco encontra espancando um garoto nos arredores da rua Augusta. A situação obriga o jovem a agir como um verdadeiro super-herói para tentar ajudá-lo - e esse é só o começo. Aos poucos, Chuvisco percebe que terá de fazer mais do que apenas distribuir livros se quiser mudar seu futuro e o do país.

Eric é escritor, tradutor e roteirista com formação no Instituto Brasileiro de Audiovisual. Nasceu no Rio de Janeiro em 1978 e mora em São Paulo desde 2007. Na entrevista abaixo, ele fala sobre como o contexto histórico do pais o influenciou a escrever essa história, e qual o objetivo e foco ele deu a essa narrativa.

CLICA AQUI E LEIA UM TRECHO DO LIVRO 

Outros livros do autor:




ERIC NOVELLO NA BIENAL DO LIVRO - RIO



Eric Novello, Estará na Bienal do Livro do Rio nos dias 8, 9 e 10 de setembro. Visite o Estande da Seguinte/Companhia das Letras (G13/H14 - Pavilhão Azul) para encontrá-lo!

Eric também fará os seguintes eventos na Bienal:

Sábado, dia 9 de setembro:
17h às 19h - Sessão de autógrafos de "Ninguém nasce herói" na Saraiva (Estande Saraiva - Pavilhão Azul, I09/J10)

Domingo, dia 10 de setembro:
11h às 13h - Encontro de leitores Seguinte (Arena #SemFiltro - Pavilhão Verde)
14h - SkoobTV (Estande Submarino - Pavilhão Azul, E20)

Live Sofia Silva na Revista Época

quinta-feira, agosto 24, 2017 Nenhum comentário


Olá pessoal, venho hoje  dar dois recados a vocês:

O primeiro é para lembrar que amanhã (25/08) é o último dia para garantir seu exemplar de "Sorrisos Quebrados" autografado na Amazon (Os autógrafos não serão nominais)

E o outro é para avisar que teremos uma Live no facebook da Revista Época dia 31 de agosto. Então quem não vai na Bienal (ou vai, mas não nesse dia) e quer uma chance de ver e conversar e interagir com a Sofia, fica a dica: https://www.facebook.com/events/164357940795685

Então é isso, estou super animada para conhecer a autora :D

[LANÇAMENTO] Escritor Pablo Madeira lança livro com editora de Juiz de Fora

quinta-feira, agosto 17, 2017 Nenhum comentário
SINOPSE: Durante uma invasão noturna em uma velha casa, que muitos julgavam assombrada, Laura acaba descobrindo que um antigo espelho é um portal para um mundo mágico, chamado Árion. Por acidente, a jovem acaba sendo levada para esse mundo na companhia do seu melhor amigo e do ex-namorado. Porém, os problemas estavam apenas começando. Árion está em guerra e a chegada dos jovens é a prova de que uma antiga profecia é real, que existem outros mundos e, com isso, o desejo das forças das trevas de dominarem a Terra aumenta cada vez mais. Agora, a jovem e os amigos precisam descobrir uma forma de voltar para casa antes que seja tarde. Uma história fantástica, cheia de descobertas e reviravoltas aguarda o leitor.


Pablo Madeira tem 25 anos e desde os 15 anos sempre foi um amante dos livros, e a cada leitura surgia a vontade de escrever e compartilhar suas histórias. Seu primeiro livro "Clér", foi lançado em 2015, seguido por "Sem Amor, só a Lou(cura)" e agora, o grande lançamento pela Editora Xeque-Matte, “Árion - O Reflexo de Um Outro Mundo”, o autor promete conquistar os leitores com uma fantasia repleta de emoções.

O autor já reúne mais de 1.100 curtidas em sua Fanpage e quase 2.000 seguidores no Instagram, sempre muito receptivo e muito apaixonado por sua profissão.

 

Adquira o livro clicando aqui, por apenas R$19,90 você adquire a obra com autógrafo + brindes do autor, aproveite!

Venha assistir o Book Trailer Sorrisos Quebrados

terça-feira, agosto 15, 2017 Nenhum comentário
Vim aqui bem rápido só pra dizer que saiu o book trailer do livro "Sorrisos Quebrados" da autora portuguesa Sofia Silva que estará aqui no Brasil para lançar o livro em São Paulo e na Bienal do livro do Rio, para saber mais sobre esses eventos é só clicar aqui e ler o post que fiz com mais detalhes sobre esses dois encontros.
Agora chega de enrolar e vamos assistir o Book Trailer:


E ai, o que acharam? Já estou louca para lê-lo e para conhecer a autora que parece ser uma fofa :)

Clara Savelli na Bienal do Livro

segunda-feira, agosto 14, 2017 Nenhum comentário

A Bienal Internacional do Livro do RJ está chegando, faltam apenas alguns dias e a nossa autora parceira Clara Savelli estará TODOS OS DIAS do evento, então, se você quer pegar aquele autógrafo no seu livro ou quer adquirir um obra dela a chance é essa, segue informações abaixo:
 A Clara estará junto com a Aimee Oliveira, sua amigautora siamesa as duas farão uma sessão de autógrafos no estande G30, pavilhão Azul, da Editora Autografia nos dias 05/08 e 08/08, às 11h30.
Os livros das autoras podem ser comprados nos estandes da Autografia localizados nos dois pavilhões: verde (P18) e azul (G30). Enquanto durarem o estoque. É bom não bobear que os livros da Clara tem um histórico de acabarem rapidinho nas Bienais.  
Não deixe de confirmar a presença no evento do Face para receber as notificações das novidades! O link é esse aqui:  https://goo.gl/v1XTL

[DIVULGAÇÃO] As coisas não são bem assim

quarta-feira, agosto 09, 2017 4 comentários

  Mãe, escritora e médica, a autora natural de Guimarânia, interior de Minas Gerais, persiste em todas as áreas, para levar amor, saúde e cultura a todos. Em uma jornada de trabalho tripla, a oftalmologista mãe de gêmeos, Renata R. Corrêa, ainda encontra tempo na tribulada rotina para espalhar o amor e a esperança a todos que lêem as suas obras.
  Em As coisas não são bem assim, o leitor é apresentado a uma linda história de superação e amor que demonstra que, muitas vezes, a vida não segue planos e que coisas ruins inevitavelmente acontecem com pessoas boas. Porém, o destino nunca falha em colocar no caminho dos bons outros com o poder de cura.
  O leitor segue a história de Clarice, uma jovem que perde o namorado e grande amor da vida, antes que os dois pudessem se formar na faculdade. Junto da morte do jovem, um pedaço da alegria, esperança e futuro de Clarice também é perdido. Depois de alguns anos, ela conhece Henrique, um pai solteiro viúvo e que vê nela a possibilidade de um grande amor, novamente. Entretanto, a vida nem sempre percorre o caminho que se quer, e o casal vai precisar enfrentar alguns percalços antes de encontrar a felicidade. É uma bonita e delicada história sobre recomeços, fé, esperança e o grande poder do amor.
  Com forte inspiração na própria vida da autora, As coisas não são bem assim, mostra como a vida é imprevisível, e como alguns males realmente surgem para provar que as batalhas vividas são de grande valor.
SOBRE A AUTORA
  
Renata dos Reis Corrêa nasceu em Guimarânia, interior de Minas Gerais, e atualmente mora em Uberlândia com o marido e os dois filhos, um casal de gêmeos. É médica oftalmologista por formação e apaixonada pela escrita, pelas histórias de amor e, principalmente, pelos finais felizes. Uma romântica incorrigível! Escreve em seu blog e já escreveu quatro romances e um livro de contos, sendo que Contra todas as probabilidades, seu romance de estreia, e Amores e desamores, seu livro de contos, foram publicados de forma independente, em e-book, na Amazon.
Ficha Técnica
Autora: 
Renata Reis Corrêa
Título: As coisas não são bem assim
ISBN: 978-8584422067
Editora: Pandorga
Páginas: 136
Preço: R$ 29,90

Informações cedidas pela parceira Lilian Comunica.

[LANÇAMENTO] Sorrisos Quebrados - Sofia Silva

terça-feira, agosto 08, 2017 4 comentários
 Olá pessoal, tudo bem? Hoje venho com uma postagem diferente, no caso é mais um convite para o lançamento de um livro incrível pela nossa editora parceira Valentina, estou falando de Sorrisos Quebrados da autora portuguesa Sofia Silva.

Saiba mais sobre o livro e da autora abaixo:

SINOPSE:Sorrisos Quebrados gira em torno de três personagens: a jovem Paola, a pequena Sol e seu pai, André. Os três são vítimas de violências distintas, que deixaram marcas profundas em cada um. Trata-se de uma história de superação de dores, magia, estrelas e de como importantes laços humanos podem se formar a partir da autoaceitação, da arte e da tolerância no cotidiano. 

SOBRE A AUTORA:
Sofia Silva nasceu em Vila Nova de Gaia, Portugal. É licenciada em Ensino Básico (1º Ciclo) pela Universidade de Aveiro.
Amante da literatura, em especial da poesia e, nela, de Pablo Neruda. Sempre gostou dos sentimentos contidos nas palavras e do poder que exercem sobre os leitores. Ávida devoradora de romances, com predileção pelos dramáticos de final feliz, desde jovem participa ativamente do meio literário.
Em dezembro de 2014, iniciou-se na ficção através da plataforma online Wattpad com a Série Quebrados, cujo foco são histórias sobre violência doméstica, deficiência física e abuso sexual.
Com mais de 1 milhão de leituras e o apoio fervoroso das leitoras brasileiras, publicou, dois anos depois, o seu primeiro livro na Amazon, Sorrisos Quebrados, atingindo o top 10 de vendas em ebook no Brasil.

Para o futuro, deseja continuar a dar voz aos problemas da sociedade através de personagens que ultrapassam inúmeros obstáculos e merecem ser felizes.

Foi só eu que achei essa capa MARAVILHOSA e já está louca pra conhecer?

INFORMAÇÕES DO LIVRO:
ISBN: 978-85-5889-045-8
PREÇO: R$ 29,90
PÁGINAS: 232
TIRAGEM: 10.000
CATEGORIA: Ficção
PÚBLICO / IDADE: Jovem Adulto (+16)
GÊNERO: Superação/Romance

 Os eventos oficiais dela serão:

  • Dia 30 de agosto, em SP
  • Dia 03 de setembro, na Bienal do Livro no Rio.


Ah, e se você não puder ir em uma das duas sessões de autógrafos você pode comprar na pré-venda da Amazon e receber o livro autografado!


É na escuridão que brilha o amor verdadeiro.


[RESENHA] O Enigma de Blackthorn

segunda-feira, agosto 07, 2017 4 comentários
Sinopse: Após uma série de assassinatos, um aprendiz de boticário precisa solucionar enigmas e decifrar códigos na busca por um segredo que pode destruir o mundo. Poções, quebra-cabeças e uma ou outra explosão. Tudo isso pode acontecer em um dia normal de trabalho do jovem Christopher Rowe, aprendiz de boticário. Mas o que ele não sabe, e logo vai perceber, é que este é um péssimo momento para ser assistente de Benedict Blackthorn (Sinopse oficial - Leya Brasil)


        




Sobre esse livro eu tenho que começar com uma interjeição bem escandalosa para baixar um pouco a euforia de falar sobre eu: EU TO NO CHÃO!!!
       Reduzida a adrenalina posso recomeçar dizendo que  "O enigma de Blackthorn" é um livro escrito na medida certinha das minhas leituras favoritas. O texto trata-se de uma ficção/fantasia ambientada em um contexto histórico real, com citações oriundas de pesquisas de fatos que realmente aconteceram. Livros assim simplesmente me encantam. Eu comecei a me apaixonar na primeira página, onde consta a seguinte advertência: "As receitas e os remédios citados neste livro foram usados por boticários de verdade ..." Por motivos diversos, eu li as primeiras páginas desse volume em uma viagem e só fui pegar o livro novamente uns 15 dias depois. Devo confessar que a continuação da trama ficava sempre me encabulando e eu estava ansiosa para continuar e quando isso aconteceu não deu outra: fui da página 50 ao fim em apenas uma tarde.
           O texto é completamente envolvente e (porque não?) viciante. Christopher, nosso protagonista, é um aprendiz de boticário e um jovem muito corajoso, para mim, que convivo com muitos amigos que estudam Farmácia, a associação com esse curso é inevitável. Tom, seu melhor amigo, é outro personagem incrível, sempre leal, ele enfrenta grandes perigos por seu amigo. Eu também terminei o livro gostando muito do Senhor Blackthorn. Acho que esse personagem ganhou um destaque muito bem construído. O ambiente científico, ou melhor de alquimia encanta a todos os apaixonados por mistérios, enigmas e códigos diversos. Leitura certa para presentear os amigos curiosos que gostam de tentar adivinhar os segredos contidos nos livros.
           A escrita é brilhante e me convenceu de que o autor se esforçou em pesquisar itens, fórmulas e ingredientes reais. Os segredos não só a nível dos códigos como a trama em si causa uma ansiedade que me fez devorar o volume. A descrição das cenas fez eu me sentir dentro da estória. Bem poucas vezes li textos que me trouxeram essa sensação com tanta intensidade. Achei muito confortável o curso temporal escolhido: todo o texto descreve acontecimentos de apenas uma semana, com um capítulo final fechando com chave de ouro. O final também me foi muito bem planejado, ao mesmo tempo que estou implorando por um segundo volume não me sinto desesperada com o final. Fiquei interessada em uma continuação, mas não com ressaca. 
             Me pedir um ponto negativo vai ser difícil. Eu realmente amei o livro. Só vou apontar um erro nas datas. Onde lê-se 10 de junho, na verdade só pode ser 1 de junho (se não for isso, meu mundo vai cair!).
          Fisicamente o livro é lindo. Achei a capa incrível, os símbolos e códigos adicionam um toque todo especial e ainda mais envolvente. O papel pólen do miolo é um dos meus preferidos e o apesar de grandinho (352p) o livro é super levinho para manter na bolsa. Não pude dar menos que 5 estrelas no Skoob.    

INFORMAÇÕES DO LIVRO
Título: O enigma de Blackthorn
Autor: Kevin Sands
Ano de publicação: 2017
Páginas: 352
Editora: LeYa
No idioma: Português
Gênero: Literatura juvenil/Ficção/Sobrenatural
Avaliação média: 4/5
Minha avaliação: 5/5
Data da resenha: 07/08/2017
Resenhado por: Fernanda Oliveira
Observação: Esse livro foi uma cortesia da editora LeYa.

Filmes clássicos com mensagens positivas

sábado, agosto 05, 2017 6 comentários
Eu sempre gostei de fábulas, estava sempre lendo quando era mais nova, e por mais que o conceito do que é moral mude com o tempo eu acho interessante que as histórias tenham algum significado além do felizes para sempre, por isso resolvi reunir uma indicação de filmes que clássicos que trazem alguma mensagem.
E apesar de esse post ser sobre a moral de cada filme não vou dize-las, vou deixar apenas uma frase, como uma indicação do que ele se trata!

  "Nem tudo é como parece!"


Um carcereiro tem um relacionamento incomum e comovente com um preso que está no corredor na morte: Coffey, um homem enorme, condenado por ter matado brutalmente duas gêmeas de nove anos. Ele tem tamanho e força para matar qualquer um, mas seu comportamento é completamente oposto à sua aparência. Além de ser simples, ingênuo e ter pavor do escuro, ele possui um dom sobrenatural. Com o passar do tempo, o carcereiro aprende que, às vezes, os milagres acontecem nos lugares mais inesperados.

"Lar é onde seu coração está!"


Matilda é a mais abençoada das crianças, mas seus pais não permitem que frequente a escola. Ela aprende tudo sozinha indo à biblioteca e lendo o que encontra pela frente. Até que convence seus pais a deixá-la ir à escola. Com isso, descobre que seus talentos especiais são necessários para proteger os amigos e a amável professora da malvada diretora.

"A persistência é o caminho do êxito."

Chris Gardner enfrenta uma vida difícil. Despejado de seu apartamento, este pai solteiro e seu filho não têm onde morar. Chris consegue um estágio não remunerado em uma firma de prestígio. Sem dinheiro, os dois são obrigados a viver em abrigos, mas Chris está determinado a criar um vida melhor para ele e seu filho.


"A gratidão sobrevive ao favor recebido."

Um professor de estudos sociais dá a tarefa para sua turma de pensar em uma ideia para mudar o mundo para melhor e em seguida colocá-la em ação. Quando um jovem estudante cria um plano, ele não só afeta a vida de sua mãe solteira, mas põe em movimento uma onda sem precedentes de bondade humana que, sem que soubesse, floresceu em um profundo fenômeno nacional.


"Fazendo o certo ou o errado, você sempre será criticado."

Andy Dufresne é condenado a duas prisões perpétuas consecutivas pelas mortes de sua esposa e de seu amante. Porém, só Andy sabe que ele não cometeu os crimes. No presídio, durante dezenove anos, ele faz amizade com Red, sofre as brutalidades da vida na cadeia, se adapta, ajuda os carcereiro.
 
Desenvolvido por Michelly Melo.

Personalizado por Eve Scintilla.