-->

banner topo

[RESENHA] Alerta de Risco

terça-feira, fevereiro 28, 2017 Nenhum comentário

   Alerta de Risco foi uma bela surpresa para mim durante esse início de 2017. A capa não chama muita atenção e o título também parece meia boca, mas o nome "Neil Gaiman" tem certo peso na hora de escolher minhas leituras então dei uma chance.

   Trata-se de uma coletânea de textos do autor, retiradas de diversos momentos de sua vida e colocadas em um único livro. Logo no início tem algumas considerações do próprio Gaiman, onde ele explica o título do livro e nos conta um pouco mais de cada conto e poema que será apresentado nas páginas seguintes. E é aí que surge minha primeira ressalva. O título original (Trigger Warning) tem referência direta ao que chamamos de "alerta de gatilho" aqui no brasil. Termo usado em postagens, textos ou fotos que podem desencadear sentimentos ruins em alguém. É como se, de certa maneira cada conto ou poema fosse um gatilho, podendo despertar emoções controversas, terror ou pânico nas pessoas que se aventurassem pelas páginas. Simplesmente não entendo o motivo de terem traduzido para "Alerta de Risco". Ficou ruim Intrínseca, não dá pra te defender. 

   Passada as considerações do autor, mergulhamos nas histórias. De início parecia estar pisando em águas estranhas, como se não conseguisse imergir naquelas páginas. O primeiro texto, um poema chamado "Fazendo uma cadeira", me fez ficar olhando pro livro como aquele meme da Mônica pensando "ata". Não mexeu comigo, positiva ou negativamente. O conto seguindo, chamado "Um labirinto lunar" me chamou um pouquinho mais a atenção então resolvi não largar o livro ali. Nesse conto, inspirado em um conto do Gene Wolfe que é escrito e seu amigo pessoal, eu me senti jogado em uma realidade bizarra e que fugia da minha compreensão. Senti medo e receio do meu próprio mundo. E o melhor, esse era só o começo.

   A partir desse primeiro contato com dois textos de "Alerta de Risco", já se pode ter uma ideia de como o resto do livro irá funcionar. Algumas histórias irão passar despercebidas por você enquanto outras irão te tirar do conforto e mexer com os seus sentimentos. E essa é a mágica da ideia de alerta de gatilho, pois algumas ideias são gatilhos pra mim e outras não. Cada conto irá se construir junto com sua experiência de vida, seus medos e receios. Isso torna a experiência de ler única para cada leitor. As histórias nos apresentam todo tipo de realidade possível. Tem demônios, polvos gigantes, labirintos sombrios, viagem no tempo e algumas criaturas que não conseguimos compreender mas queremos distância. 

   Apesar da experiência mediana com "Fazendo uma cadeira", resolvi reler e a partir daí dar mais atenção aos contos subsequentes. Não posso dizer que fiquei tocado com todos os contos e poemas, mas é possível afirmar que todos eles me perturbaram um pouco em determinado grau. Alguns mais, me fazendo ficar alguns dias refletindo sobre eles, outros menos. Fiz uma pequena lista dos meus favoritos, e aconselho vocês a não lerem eles antes de dormir.

   "Laranja", entra como primeiro da lista. Esse conto tem um formato muito peculiar, diferente do formato que estamos acostumados. Não sei se algum autor já se utilizou dessa técnica antes, mas se não, Gaiman está de parabéns por tê-la criado. Essa história também nos apresenta uma criatura e não nos dá explicações sobre ela. Somos jogados nessa realidade estranha e apesar de estarmos com medo, não queremos que ela acabe. "Às profundezas de um mar sem sol" também tem um formato diferente e muito interessante que merece ser observado, além do fato de que esse conto coloca em xeque até onde vai a crueldade humana. "O homem que esqueceu Ray Bradbury" não é terror, parecem mais divagações a respeito da memória a partir de um acontecimento. A história me perturbou ao me colocar de encontro com a velhice, e com essa coisa inevitável que é morrer. Creio que algumas pessoas passarão despercebidas por ele, mas julgo que seja um bom conto. "Xique-xique Chocalhos"  vai te fazer olhar pelos cantos da sua casa sempre que se lembrar dele. "A Bela e a Adormecida" vai reinventar a história da Branca de Neve e da Bela Adormecida. É um conto bonito, e que pra mim não teve nada de perturbador, mas merece entrar na lista dos melhores pela singularidade com que Gaiman tratou essas histórias e me surpreendeu.

   Eu poderia citar mais alguns contos que me surpreenderam, mas achei melhor fechar em cinco, se não esse texto pode ficar muito extenso. No mais,é um livro que provocou muitas emoções e mexeu profundamente comigo. Tem nota 5/5 e recomendo pra qualquer pessoa que goste de boas aventuras e tenha um bom estômago.

Esse livro foi foi cedido pela Editora Intrínseca no 1º evento da Alinça dos blogueiros.

INFORMAÇÕES DO LIVRO
 §  Autor: Neil Gaiman
§  Editora: Intrínseca
§  Gênero: Contos
§  Páginas: 304
§  Ano de publicação: 2016
§  No idioma: Português
§  ISBN: 9788551000304
§  Avaliação média: 4.2
§  Minha avaliação: 5/5
§  Data da resenha: 28/02/2017
§  No Skoob

[RESENHA] Homens e Anjos: Um amor para toda a vida

domingo, fevereiro 26, 2017 Nenhum comentário
   A vida da bela Isa começa a mudar. A ausência do marido que viaja para a África a trabalho, o vazio que sente com ausência dele a faz reviver constantemente o passado de pobreza e a agressividade entre seus pais, fazendo com que se sinta cada vez mais insegura.
Ela, que só tinha olhos para o trabalho, o filho e o marido, depara então com aqueles lindos olhos azuis. Eduardo, o cliente de sua empresa, não é um homem comum, é misterioso e fascinante ao mesmo tempo.
Isa descobre o desejo, começa a ceder aos encantos de Eduardo, um homem intenso.

   Dividida entre a ética e o desejo, ela se pergunta se ainda ama Júlio, seu marido, e sua escolha poderá mudar tudo, mas Isa não está só, ela conta com a proteção de Miniel, seu anjo.
Ele irá guiá-la por esse caminho repleto de sentimentos, inseguranças e descobertas fascinantes...
  
Em Homens e Anjos: Um amor para toda a vida, Isa é uma mulher que aparentemente tem tudo, mesmo tendo crescido num ambiente familiar instável, com pai agressivo, alcoólatra, com frequentes brigas entre os pais associado a uma vida de pobreza, ela conseguiu estudar e superar essa condição, ter uma boa carreira, encontrar um bom marido, e ter um filho num ambiente completamente diferente ao de sua infância.

   As primeiras páginas do livro foram dedicadas a mostrar a rotina de Isa, seu sentimento de nostalgia com alguns momentos de seu passado, mesmo com um texto em primeira pessoa achei difícil ter uma assimilação com a personagem. A questão da passagem de tempo durante o livro foi algo que me incomodou bastante na leitura, gosto mais de histórias diretas com passagens curtas de tempo, ou que elas se apresentem direto no texto e não no subtítulo dos capítulos como foi apresentado.

   Minha maior dificuldade na leitura foi lidar com a narrativa da personagem, nos flashs do passado senti um distanciamento pela forma que os sentimentos são apresentados. Embora eu tenha sentido uma grande dificuldade em me afeiçoar a personagem, o discurso do livro foi o que mais me atraiu, o fato dela ter uma boa carreira e ser madura para decidir o rumo de sua vida, com isso a personagem saiu do estereótipo comum da mocinha que faz tudo que o príncipe deseja.

   Gostei bastante de mesmo ela contando com o apoio de seu anjo da guarda ele não se apresenta como único responsável pela evolução da personagem, essa evolução é gradual, ela vai se descobrindo, aceitando que pode e deve fazer escolhas na sua vida para ser feliz.

Esse livro foi recebido pela parceria com a Editora Fragmentos, para conhecer outros títulos da editora ou comprar o livro CLIQUE AQUI

INFORMAÇÕES DO LIVRO

§  Autor: Luciana Oliveira 
§  Editora: Fragmentos
§  Gênero: Ficção / Romance
§  Páginas: 232
§  Ano de publicação: 2016
§  No idioma: Português
§  ISBN: 9788555073557
§  Avaliação média: 4.0
§  Minha avaliação: 4/5
§  Data da resenha: 15/02/2017
§  No Skoob

Obras da Patricia Maiolini

Nenhum comentário
Hoje vim falar de uma autora nasceu em Campinas, mas mora atualmente na cidade de Paulínia, no interior do estado de São Paulo. Estou falando da Patricia Maiolini, ela escreve obras do gêneros terror, suspense e fantasia. Começou publicando seus livros pela plataforma Wattpad (que amo, e até escrevo por lá também), no Watt ela ganhou um dos prêmios realizados na plataforma, o The Wattys 2015, na categoria “Tesouros não Descobertos”, com a obra O Mistério da Garota Sangrenta.
O The Wattys é práticamente um Oscar do Wattpad, eles selecionam as melhores obras publicadas na plataforma em algumas catgorias.
 Está escrevendo Illuminata Naturae, e publicando pelo wattpad, e, em breve, terá publicado o livro "A Acusada", que será publicada pela Editora Sinna.

Sobre as obras:

Illuminata Naturae

Leia no Wattpad
O que você faria se, de uma hora para outra, acordasse em um mundo onde seres mitológicos como sereias, trolls e fadas, de fato existissem? Amelin Callegari vivia uma vida como uma jovem normal nos dias de hoje. Entretanto, acontece uma enorme reviravolta quando ela descobre que tem o poder de controlar os quatro elementos; Terra, Ar, Fogo e Água. Então, Amelin se vê lançada a este mundo totalmente fora da sua imaginação, mais conhecido como Hammerlock, seu reino de origem. Ali, ela descobre que não é a única capaz de controlar tais forças. Predestinada a cumprir uma profecia para extinguir as forças malignas que ameaçam destruir os dois mundos que conhece, a jovem terá de aprender a usar toda a sua força e novos poderes para vencer essa batalha. Será que ela terá tempo suficiente para aprender tudo que precisa e destruir as trevas que ameaçam as duas realidades?


O Mistério da Garota Sangrenta


Disponível na Amazon
O que aconteceria se você se mudasse para uma casa assombrada por espíritos? Você acreditaria que eles existem ou acharia que é apenas a sua imaginação? É o que acontece com as gêmeas Katherina e Charlotte Collins que se mudam para uma casa, onde ocorrem eventos sobrenaturais... Objetos levitando, aparições, um álbum de época, assassinatos de animais e pessoas e um diário que revelará muitas descobertas são apenas alguns acontecimentos ocorridos nessa estadia macabra. Será que é apenas a imaginação das duas ou elas realmente correm perigo ao viver ali? Você entraria na casa, mesmo sabendo que poderia nunca mais sair?

A Acusada


Um bilhete, um diário, o que realmente há por trás dos alunos mais populares de um Colégio? Aos 17 anos, Marina Moura consegue uma bolsa para realizar seu sonho do intercâmbio em Toronto, Canadá. O que ela não esperava é que fosse obrigada a se enfiar em uma investigação para desvendar um assassinato e, menos ainda, que fosse ser a acusada pelo crime. Todos são suspeitos. Como confiar em alguém? Será mesmo que ela é inocente? Marina conseguirá se livrar da acusação? Ou o assassino será mais esperto? Era para ser o intercâmbio dos sonhos...


A Patricia também possuí um blog o Submersos em Livros

[RESENHA] Cilada para um marquês

sábado, fevereiro 25, 2017 4 comentários
   “Cilada para um marquês” é um romance de época ambientado na Londres da primeira metade do século XIX. Os capítulos são divididos como se fossem artigos de um jornal de fofocas chamado “Escândalos e Canalhas”, título da série.  Isso chamou muito a minha atenção e, junto com a linda capa, fez eu me interessar pelo livro imediatamente. Ainda mais interessante foi descobrir, na nota da autora, que nessa época de fato já havia esse tipo de jornais e ela comenta que consultou vários na pesquisa para escrever esta série.
   Lady Sophie Talbot é uma protagonista absolutamente apaixonante. Ela é uma mulher forte e determinada que pode não saber muito bem para onde ir, mas tem certeza do que não quer: sucumbir as frivolidades da aristocracia que passou a fazer parte  de sua vida após a titulação de seu pai. Jack Talbot, pai de Sophie e mais 4 meninas, fez fortuna com a exploração de carvão e ganhou o título de conde, segundo as más línguas em uma boa mão nas cartas. Dessa forma a família Talbot passou a fazer parte do mais alto círculo social de Londres e as “Irmãs Perigosas”, como são conhecidas as jovens Talbot, passam a empenhar seus melhores predicados em fazer um bom casamento. Seraphina, a mais velha, foi a primeira a casar-se e tornar-se duquesa.

            Na festa oferecida por Lady Loverpool, Sophie determina seu destino após descobrir a traição do Duque de Haven, seu cunhado. Ao contrário das irmãs, Sophie não recebia muita atenção da sociedade e não se importava com isso. Seu sonho sempre fora ter uma livraria (uma livraria!) em uma cidade muito menor que Londres, mas após ter uma intensa discussão com o cunhado ela termina por se deparara com o Marquês de Eversley, também conhecido como O Canalha Real, o que muda seu destino para sempre.
            Reider, o marquês de Eversley e futuro duque de Lyne “...era tudo o que diziam ser: escandaloso, perverso, um canalha total. Tudo o que a sociedade rejeitava (e) ao mesmo tempo louvava”. Um homem lindo, mas... detestável? Narrando os dias que Sophie passa sob a guarda de Everley, Sarah MacLean nos transporta para um universo irresistível! 
            As discussões entre Sophie e Eversley são maravilhosas e muito divertidas. Os pensamentos de ambos, pontuados entre as respostas propriamente ditas são maravilhosos e eu ri horrores com os dois. Eversley tornou-se definitivamente um dos meus crushs literários mais sérios. Cheio de um ar desprezível e vazio, o personagem é muito bem construído ao longo do livro e tanto o marquês quando Lady Talbot amadurecem a olhos vistos durante a nossa leitura. Eu me senti dentro de cada carruagem, de cada estalagem, dentro de cada cena do livro com a descrição maravilhosa de MacLean.
            A citação do mito de Teseu e Minotauro dá um toque romântico e muito lindo a estória, evidenciando o amor como um sentimento complexo e cheio de armadilhas. Aliás, esse talvez seja o ponto que mais me fez amar esse livro. O romance é tratado da forma bela como o amor deve ser tratado, mas não tão “ingênua”. O passado de Eversley nos envolve e até nos choca. Eu virava as páginas desesperadamente para descobrir o que ele tinha guardado em seu coração e ao descobrir me encantei ainda mais, me surpreendendo com o motivo real de sua fama enquanto canalha.

            Juro que tentei encontrar um ponto negativo no livro, mas sinceramente não encontrei. Amei o texto, o vocabulário rebuscado, mas ao mesmo tempo simples, a profundidade dos personagens, a citação mitológica. Amei a família Talbot e me surpeendi com Seraphina. Mesmo que pareça um caso perdido, dê crédito a essa personagem! Também adorei o sonho de Sophie de ter uma livraria. Adorei imaginar como seria ter uma livraria naquela época. As narrativas mais eróticas são muito bem feitas, sem excessos, mas acrescentando um toque mais ousado em momentos muito bem escolhidos. Fisicamente, o livro é lindo, como uma capa atraente e o detalhe na entrada dos capítulos. Para mim foi uma leitura deliciosa e com certeza merece minhas cinco estrelas no Skoob. Para os amantes de romances de época recomendo com louvor. Um belo volume para se ter na estante.


Esse livro foi foi cedido pela Editora Intrínseca no 1º evento da Alinça dos blogueiros.
 
INFORMAÇÕES DO LIVRO
  • Autor:Sarah MacLean
  • Editora:Gutenberg
  • Gênero:Romance
  • Páginas:320
  • Ano de publicação:2016
  • No idioma: Português
  • ISBN: 9788582354018
  • Avaliação média: 4.5
  • Data da resenha:24/02/2017
  • No Skoob 

[FILME] Novas imagens e gifs de A Bela e a Fera

sexta-feira, fevereiro 24, 2017 1 Comentário


Data de lançamento: 16 de março de 2017 (2h 10min)
Elenco principal: Emma Watson (Bela), Dan Stevens (Fera), Luke Evans (Gastão)
Gêneros: Fantasia e romance

SINOPSE
 Versão da animação A Bela e a Fera em live action. Moradora de uma pequena aldeia francesa, Bela (Emma Watson) tem o pai capturado pela Fera e decide entregar sua vida ao estranho ser em troca da liberdade do pai. No castelo ela conhece objetos mágicos e descobre que a Fera é na verdade um príncipe que precisa de amor para voltar à forma humana.
"A Bela e a Fera' é um dos filmes mais aguardados do ano e graças a nossa parceria com a Velox Tickets trazemos imagens e gifs inéditos para vocês, confira:











 Então, o que acharam das imagens? Estão incríveis né? Não vejo a hora de assistir esse filme!





[NOVIDADES] Novo lançamento da DarkSide

quinta-feira, fevereiro 23, 2017 Nenhum comentário

"A guerra que salvou a minha vida" é o novo lançamento do selo DarkLove da editora DarkSide (uma das melhores editoras), ele estará disponível nas livrarias a partir do dia 20/03, saiba mais da história:

SINOPSE
   Ada tem dez anos (ao menos é o que ela acha). A menina nunca saiu de casa, para não envergonhar a mãe na frente dos outros. Da janela, vê o irmão brincar, correr, pular – coisas que qualquer criança sabe fazer. Qualquer criança que não tenha nascido com um “pé torto” como o seu. Trancada num apartamento, Ada cuida da casa e do irmão sozinha, além de ter que escapar dos maus-tratos diários que sofre da mãe. Ainda bem que há uma guerra se aproximando.

   Os possíveis bombardeios de Hitler são a oportunidade perfeita para Ada e o caçula Jamie deixarem Londres e partirem para o interior, em busca de uma vida melhor.
Kimberly Brubaker Bradley consegue ir muito além do que se convencionou chamar “história de superação”. Seu livro é um registro emocional e historicamente preciso sobre a Segunda Guerra Mundial. E de como os grandes conflitos armados afetam a vida de milhões de inocentes, mesmo longe dos campos de batalha. No caso da pequena Ada, a guerra começou dentro de casa.
Essa é uma das belas surpresas do livro: mostrar a guerra pelos olhos de uma menina, e não pelo ponto de vista de um soldado, que enfrenta a fome e a necessidade de abandonar seu lar. Assim como a protagonista, milhares de crianças precisaram deixar a família em Londres na esperança de escapar dos horrores dos bombardeios.
   Vencedor do Newbery Honor Award, primeiro lugar na lista do New York Times e adotado em diversas escolas nos Estados Unidos.

Muitas guerras começam dentro de nós.
Este é um daqueles romances que você lê com um nó no peito, sorrisos no rosto e lágrimas nos olhos entre um parágrafo e outro. Uma obra sobre as muitas batalhas que precisamos vencer para conquistar um lugar no mundo.Combinando a ternura de Em Algum Lugar Nas Estrelas, outro título da coleção DarkLove, com a realidade angustiante de O Diário de Anne Frank, A GUERRA QUE SALVOU A MINHA VIDA apresenta uma perspectiva da Segunda Guerra Mundial vista pelos olhos de uma menina que se transforma em refugiada no seu próprio país. Mais uma oportunidade perfeita para emocionar corações de todas as idades e relembrar os valores do companheirismo e da amizade em todos os momentos da nossa vida.

Preciso dizer que toda a equipe do blog já está empolgada querendo saber mais da vida de Ada?
Temos certeza que será mais um livro maravilhoso, porque a caveirinha só lança títulos incríveis e essa capa? Maravilhosa!
O que acharam da novidade? Querem conhecer mais da história?

Gênero: Drama / Infantojuvenil / Jovem adulto

Adicione  na sua estante do Skoob.

[RESENHA] O Encantador de Livros

quarta-feira, fevereiro 22, 2017 2 comentários
"Feliz é aquele que, mesmo não sabendo ler, consegue amar os livros e salvá-los." Pág 144
    Aventure-se na Cidade dos Livros ― um lugar mágico, onde a leitura é mais que uma paixão, os moradores são leitores insaciáveis e as árvores são recheadas de frutos e livros. Conheça o Encantador de Livros, um contador de histórias capaz de fazer os livros voarem, e Benjamim, um menino analfabeto que, juntamente com seus amigos, terá que salvar a cidade de uma terrível ameaça.
   O livro é um romance infantojuvenil que desperta a consciência para a importância da leitura e as ações transformadoras que ela pode gerar. Conhecemos a história de um menino de 10 anos chamado Benjamin, mais conhecido como o apanhador. Ele é apaixonado por livros, porém, é analfabeto e embora fosse muito pobre, sabia dar valor às suas amizades. Sua madrasta Eunice era um dos poucos que não gostavam de ler. O Encantador de livros estaria numa festa na casa do prefeito Bonanza e Benjamin só queria sua ajuda para compreender o que seus amados livros diziam.

   Junto com Clarice, Nicolas, Ariane o irmão dela André e sua boneca Ritinha o grupo tenta impedir que acabem com os livros de fantasia e implantem tecnologia em sua cidade. Até que, no meio de toda essa confusão, surge um redemoinho que os transportam misteriosamente.

   Narrado em terceira pessoa, com um misto de fantasia, magia e aventura, o livro possui uma narrativa super fluída e me surpreendeu bastante, pois de início só me interessei realmente pela capa.
Outro mistério que me intrigou bastante e que me fez terminar rapidamente a leitura foi que sua madrasta Eunice escondia um homem no porão, e Benjamin queria muito saber quem ele era (e eu também).

   Os únicos problemas do livro foi a revisão, onde encontrei muitos erros de português e o fato de que os personagens secundários não foram bem explorados, mas para um livro de 150 páginas não teria nem como explorar tudo. 
Fora isso eu recomendo a leitura a todos que amam livros e aos que não os amam também.

Esse livro foi cedido pela Ler Editorial no 1º evento da Aliança dos blogueiros, quer saber mais sobre esse projeto? Clique aqui!
"Vamos sempre amar os livros porque eles nos fazem úteis e não nos tornam imbecis." Pág 145

INFORMAÇÕES DO LIVRO
  • Autor: Lucas de Sousa
  • Editora: Ler editorial
  • Gênero:Infantojuvenil/Fantasia
  • Páginas: 148
  • Ano de publicação:
  • No idioma: Português
  • ISBN: 9788568925331
  • Avaliação média: 4.1
  • Minha avaliação: 3/5
  • Data da resenha:22/02/2017
  • No Skoob 



Katy Perry lança clipe Chained To The Rhythm cheio de críticas sociais

terça-feira, fevereiro 21, 2017 Nenhum comentário
   Hoje pela manhã Katty Perry postou em seu canal do VEVO o clipe de "Chained To The Rhythm", no clipe podemos ver sua vibe colorida de sempre, porém, não teve só isso.
O clipe veio recheado de críticas sociais e nos faz refletir sobre a sociedade no qual vivemos, somos manipulados pela mídia e sempre estamos parecendo felizes, mesmo não estando.
   
   Os fãs ficaram muito animados (assim como eu) e em poucos minutos apareceram comentários na rede de pessoas que pegaram várias referências ao Donald Trump, atual presidente dos EUA, crítica ao tão almejado sonho americano e muito mais.
Esse foi o melhor comentário que achei, nele o internauta Cássio De Luna nos mostra cada detalhe que talvez assistindo uma vez passe batido: 
 
 
 Amei a música e o clipe e estou adorando essa vibe militante da Perry, o que vocês acharam?



[RESENHA] As 15 leis do crescimento

domingo, fevereiro 19, 2017 Nenhum comentário
    Esse livro é de um autor muito conhecido por escrever livros de liderança e desenvolvimento pessoal, nesse livro ele trás 15 leis para desenvolvermos o nosso crescimento, ele nos mostra que se não mudarmos nossas ações, não teremos resultados diferentes.
É um livro de autoajuda, mas os 15 conhecimentos de formas de crescimento são apresentados de uma forma leve que nos faz entender facilmente.
Gostei muito da lei do autoconhecimento, onde nos diz que precisamos nos conhecer para seguir e alcançar nossos objetivos.

"Ninguém pode realizar grandes coisas se não for completamente sincero consigo mesmo.
-James Russel Lowell"

Também gostei muito da lei da escada, onde diz que se quanto makor for nosso caráter, maior será nosso crescimento pessoal.
O livro é mjito bem escrito e nos faz compreender cada lei, achei muito interessante e vale muito a pena ser lido, me ajudou a ver diversas área da minha vida por outro ângulo.

"Para a maioria das pessoasx uma conquista é algo que se faz... Mas para o grande empreendedor, é algo que você é.
-Doug Firebaugh"

[PARCERIA] Editora Fragmentos

sábado, fevereiro 18, 2017 Nenhum comentário


   E venho trazer mais uma parceria do blog, agora é com a Editora Fragmentos, para quem não conhecem a Fragmentos é um selo da Editora Prismas e estão localizados em Curitiba/PR, no bairro Portão. A Editora Prismas atua no mercado editorial desde 2013. É especializada em livros de cunho técnico-científico, principalmente nas áreas de Ciências Humanas e Sociais. Com o intuito de expandir as categorias de suas publicações, montaram o Selo Fragmentos.  

Nesse inicio de ano a editora está com vários lançamentos, como:

 Homens e Anjos: Um amor para toda a vida
Luciana Oliveira 
A vida da bela Isa começa a mudar. A ausência do marido que viaja para a África a trabalho, o vazio que sente com ausência dele a faz reviver constantemente o passado de pobreza e a agressividade entre seus pais, fazendo com que se sinta cada vez mais insegura.
Ela, que só tinha olhos para o trabalho, o filho e o marido, depara então com aqueles lindos olhos azuis. Eduardo, o cliente de sua empresa, não é um homem comum, é misterioso e fascinante ao mesmo tempo.
Isa descobre o desejo, começa a ceder aos encantos de Eduardo, um homem intenso.
Dividida entre a ética e o desejo, ela se pergunta se ainda ama Júlio, seu marido, e sua escolha poderá mudar tudo.
Mas Isa não está só, ela conta com a proteção de Miniel, seu anjo.
Ele irá guiá-la por esse caminho repleto de sentimentos, inseguranças e descobertas fascinantes.

 Um príncipe do Império

“− Você quer ver uma coisa proibida? − ele inquiriu, com um sorriso sombrio.

Uma princesa estrangeira

− Você vai me mostrar uma coisa proibida? − duvidou, erguendo uma sobrancelha para ele.

Dois reinos distintos

Levantando-se, o príncipe colocou o livro sob o braço e estendeu a mão livre para pegar a dela.
Aquela trégua estava indo longe demais.”

Um só sentimento.





 Havia quem considerasse Sasha Simmel um messias demoníaco, vindo no fim dos tempos. Outros preferiam tomá-lo por uma espécie de anjo misterioso. Alguns acreditavam que se tratava apenas de mais um terrorista, transmitindo um vírus de computador para pessoas. Mas o que se sabe é que o fenômeno teve início. Zoe Ebner conta a história toda, desde o instante que ingressou nas cidades de vidro como uma atriz pornô e conheceu Sasha, até o seu fim enigmático.






Em breve terá resenha desses três livros por aqui!

[PARCERIA] Editora Leya

sexta-feira, fevereiro 17, 2017 Nenhum comentário
   E hoje vim falar da mais nova parceria do blog, a Editora Leya!
Primeiramente gostaríamos de agradecer a editora por ter acreditado no nosso trabalho e também a Aliança dos blogueiros, que fez com que o primeiro contato fosse realizado.
 
  A LeYa nasceu em 2008 como grupo editorial no qual se integram algumas das mais prestigiadas editoras de língua portuguesa.
Líder do mercado editorial português, angolano e moçambicano, a LeYa está também presente no Brasil onde assumiu uma posição de destaque na área de edições gerais e onde atua, igualmente, no setor da Educação e das tecnologias aplicadas ao Ensino.
Todos devem conhecer vários títulos publicados por eles, pois vários viraram bestessellers como as obras abaixo:










 E já temos uma resenha da editora, que é do livro One man Guy, em breve teremos muitas outras, fiquem ligados!


[PARCERIA] Lucinei M. Campos

quinta-feira, fevereiro 16, 2017 2 comentários

Estou aqui para falar sobre essa parceria que acabamos de fechar, o blog agora é parceiro do Lucinei M. Campos, ele é um autor independente publicou dois livros infanto-juvenil, da série Lavínia, e também Violeta não sabe amar que é um romance juvenil.
Carioca, ele foi criado nas ruas da Maré, um dos maiores complexos de favelas do Rio. Além de escrever é professor, e leciona na rede pública estadual de ensino local para jovens, adolescentes e pré-adolescentes.
Está sempre presente nos eventos, e faz apresentações fantasiado de seu personagem Mago Branco.
Seus livros que abordam ao mesmo tempo fantasia e realidade, com temas recorrentes e atuais, têm sido adotados como paradidáticos em turmas dos ensinos fundamental e médio de escolas públicas e particulares do Rio, se encaminhando para serem distribuídos em outros estados.

Os Livros:

Lavínia e a Árvore dos Tempos

Se você se visse cercado por seres nunca vistos antes, como uma fada homem rabugenta, que carrega uma peixeira e detesta humanos? Aconteceu com Lavínia, uma menina de nove, quase dez anos, um pouco diferente das meninas de sua idade que teve sua vida transformada, ao receber uma fada distinta a qualquer criatura mágica conhecida. Laus detes
tava seres humanos, e por esta razão, teria de cumprir pena ao seu lado por todos os males feitos contra os mesmos. O que seria um presente para a menina era um castigo para ele, que para entrar no nosso mundo teve que tocar seu dedo num livro que o transformaria em um típico morador da região escolhida. Mas, por engano, tocou num lugar bem oposto à terra da menina. Assim, seu nome, sua varinha, suas roupas, se modificaram completamente. Laus passou a ser Lorivaldo, e sua varinha, uma peixeira.
Juntos, vão desvendar os segredos da imponente Árvore dos Tempos, que dá pergaminhos no lugar de frutos, e onde surgem nomes de pessoas importantes para a história da humanidade. O que pode revelar traços de coisas misteriosas e em comuns que há entre os dois e o mundo dos quais pertencem.



Lavínia e a Magia Proibida

Lavínia está crescendo e com ela as dúvidas e curiosidades. Agora, com 10, quase 11 anos de idade, mais uma vez a menina se verá junto aos seus amigos inseparáveis, Léo e Lorivaldo, em meio a novas aventuras. É que criaturas mágicas de caráter duvidoso estão chegando ao Brasil no momento em que acontece um dos maiores eventos esportivos: a Copa do Mundo de Futebol. Além de seus problemas pessoais com os Valentões e as Marrentinhas na escola e com a loucura de ter uma fada homem e bem rabugenta ao seu lado, a estranha chegada de um bruxo misterioso à cidade trará perigos, principalmente para ela, que corre o risco de ser capturada desde que souberam de seu nome na Árvore dos Tempos. Juntos, os amigos vão descobrir que há muito mais magia em nosso mundo do que possamos imaginar e que nem sempre ela é permitida pelos seres que a rege. Lavínia terá de ser forte para escolher um lado, diante do que encontrará.



Violeta não Sabe Amar




É possível alguém não saber amar? Violeta acredita que sim.
A menina de 15 anos de id
ade, viciada em biscoito recheado de baunilha e fã da banda Coldplay odeia o amor com todas as suas forças, enquanto a romântica Duda se apaixona quase todos os dias. Junto a Nico - o menino calado, que gosta de anime e que completa o trio inseparável de amigos - Violeta bola diversas armações para afastar Duda de suas paixonites e se vê em algumas roubadas, como poder perder a amizade de sua melhor amiga e sustentar suas convicções sobre os seus sentimentos.
Será que Violeta não sabe mesmo amar?






Como o Lucinei é autor independente, a melhor forma de comprar os livros é indo diretamente a ele, então vejam a página dele ou da série Lavínia

[RESENHA] Cidade dos Etéreos

quarta-feira, fevereiro 15, 2017 Nenhum comentário
  Cidade dos Etéreos dá sequência ao celebrado O orfanato da srta. Peregrine para crianças peculiares, em que o jovem Jacob Portman, para descobrir a verdade sobre a morte do avô, segue pistas que o levam a um antigo lar para crianças em uma ilha galesa. O orfanato abriga crianças com dons sobrenaturais, protegidas graças à poderosa magia da diretora, a srta. Peregrine.
    Neste segundo livro, o grupo de peculiares precisa deter um exército de monstros terríveis, e a srta. Peregrine, única pessoa que pode ajudá-los, está presa no corpo de uma ave. Jacob e seus novos amigos partem rumo a Londres, cidade onde os peculiares se concentram. Eles têm a esperança de, lá, encontrar uma cura para a amada srta. Peregrine, mas, na cidade devastada pela guerra, surpresas ameaçadoras estão à espreita em cada esquina. E, além de levar as crianças a um lugar seguro, Jacob terá que tomar uma decisão importante quanto a seu amor por Emma, uma das peculiares.
 

   Telecinesia e viagens no tempo, ciganos e atrações de circo, malignos seres invisíveis e um desfile de animais inusitados, além de uma inédita coleção de fotografias de época — tudo isso se combina para fazer de Cidade dos etéreos uma história de fantasia comovente, uma experiência de leitura única e impactante.
 “Nunca me lembro de sonhos bons, só os ruins ficam na memória.” Pág 52
   As crianças fogem pela mata para se esconder dos etéreos e seguem sua jornada se baseando pelo mapa das fendas e pelo livro de histórias que eles descobrem passar mensagens verdadeiras. Os peculiares seguem lutando contra os etéreos em busca de outra fenda no tempo até que encontram uma habitada por animais peculiares.
Nela se deparam com um cachorro falante chamado Addison e Deirdre, uma jumirafa que os ajudam a seguir adiante e os informam que não têm tempo a perder se quiserem salvar a srta. Peregrine, pois em breve ela será uma ave para sempre. Então eles precisam encontrar a Ymbrine dessa fenda, a srta. Wren, em até três dias torcendo para que ela também não tivesse sido capturada e logo em seguida são capturados por ciganos.
“- Ah, que isso. Cadê seu espírito peculiar?
- Botei para lavar.” Pág 135
  Este segundo volume contém muito mais ação que o primeiro e conta sobre como cada um descobriu que era peculiar. Com novos personagens: Sam é a menina que se regenera, sua irmã Esme é normal, Melina é a tele cinética e os irmãos Joel-e-Peter são eco localizadores.

   Um livro rico em detalhes, com muitas ilustrações como o primeiro, porém com uma nova editora. O livro publicado pela intrínseca ganhou uma nova roupagem: capa dura e jacket (a capinha de papel por cima da capa dura). Eu, sinceramente, achei que as edições ficaram meio “bagunçadas”. Como o primeiro não foi relançado com o visual do segundo e o terceiro terá uma pequena diferença, que foi nomear a série de “Lar das crianças peculiares”, todos os livros ficarão diferentes. O livro contém o primeiro capítulo do terceiro livro, “Biblioteca de almas”, que nem li para não atiçar mais ainda minha curiosidade.




INFORMAÇÕES DO LIVRO
  • Autor: Ransom Riggs
  • Editora: Intrínseca
  • Gênero: Suspense/InfantoJuvenil
  • Páginas: 384
  • Ano de publicação: 2016
  • No idioma: Português
  • ISBN: 9788580578904
  • Avaliação média: 4.3
  • Minha avaliação: 5/5
  • Data da resenha: 15/02/2017
  • No Skoob 
Resenha escrita pela colaboradora Vanessa Januth do canal Plataforma Literária.

[RESENHA] O orfanato da Srta. Peregrine para Crianças Peculiares

terça-feira, fevereiro 14, 2017 8 comentários

Tudo está à espera para ser descoberto em O orfanato da Srta. Peregrine para Crianças Peculiares, um romance inesquecível que mistura ficção e fotografia em uma experiência de leitura emocionante. Nossa história começa com uma horrível tragédia familiar que lança Jacob, um rapaz de 16 anos, em uma jornada até uma ilha remota na costa do País de Gales, onde descobre as ruínas do Orfanato da Srta. Peregrine para Crianças Peculiares. 
  Enquanto Jacob explora os quartos e corredores abandonados, fica claro que as crianças do orfanato são muito mais do que simplesmente peculiares. Elas podem ter sido perigosas e confinadas na ilha deserta por um bom motivo. E, de algum modo, por mais impossível que pareça, ainda podem estar vivas. Uma fantasia arrepiante, ilustrada com assombrosas fotografias de época, O orfanato da Srta. Peregrine para Crianças Peculiares vai deliciar adultos, adolescentes e qualquer um que goste de aventuras sombrias.

  O livro é narrado em primeira pessoa por Jacob: um menino de 16 anos que trabalha na Smart AID, um mercado da família. Seu pai sempre tentando escrever livros que nunca são terminados e sua mãe sempre procurando um motivo para comemorar e exibir qualquer aposento excessivamente mobiliado da casa.

   Com uma narrativa envolvente e divertida que levam o leitor a “devorar” suas páginas com afinco, Jacob acredita que as histórias que seu avô contava sobre o orfanato e as crianças não passavam da pura imaginação de um velho louco. As primeiras 100 páginas dão um ar de mistério, pois nelas Jacob tenta entender mais sobre o passado de seu avô.
Qual o motivo da ausência e da frieza de seu avô com seu pai Franklin, se com Jacob ele era um avô exemplar? E as cartas de mulher que ele guardava? Será que seu avô tinha uma amante?
   Após a morte de seu avô Abraham, mais conhecido como Abe, o psiquiatra apoia a ideia de que Jacob precisa conferir com seus próprios olhos para que cessem seus pesadelos. Jacob viu uma criatura na noite em que seu avô morreu, mas tudo o levara a crer que fora tudo fruto de sua imaginação. Será que foi mesmo? Por que seu amigo Ricky não havia visto nada? Será que foi apenas um estresse pós-traumático?

  Uma carta deixada pela Srta. Peregrine e as últimas palavras de seu avô o levarão a uma ilha no país de Gales, em busca do tal orfanato onde, depois de quase desistir encontra Crianças bizarras que podiam controlar fogo, levitar, ver o futuro, e até mesmo ser invisível.

  A capa nos remete a um livro de terror, porém ele se trata de uma ficção fantástica onde encontramos viagem no tempo e fotografias ilustrativas que nos permitem não apenas imaginar, mas visualizar partes da história como podem ver abaixo:




Quantas pessoas não gostariam de viver eternamente ainda que seja no passado e revivendo o mesmo dia apesar da mesmice? Mesmo que isso vire sua vida de ponta-cabeça é uma solução plausível para evitar o envelhecimento, então acho que seria um caso um tanto complexo para decidir.




O filme, cujo título ficou "O lar das crianças peculiares", chegou aos cinemas no dia 29 de setembro de 2016 e foi adaptado pela Fox e é dirigido por Tim Burton. Veja o trailer abaixo:


Esse é o primeiro livro da trilogia, ainda tem o "Cidade dos etéreos" e "Biblioteca de almas" que encerra a história.
“Em um minuto nossos rostos estariam no mesmo nível e eu teria de escolher entre beijá-la ou afastá-la, ofendendo-a seriamente neste último caso, algo que eu já havia feito uma vez.” Pág 219

INFORMAÇÕES DO LIVRO
  • Autor: Ransom Riggs
  • Editora: Leya
  • Gênero: Suspense/InfantoJuvenil
  • Páginas: 336
  • Ano de publicação:2015
  • No idioma: Português
  • ISBN: 9788544102848
  • Avaliação média: 4.2
  • Minha avaliação: 5/5
  • Data da resenha: 14/02/2017
  • No Skoob 
Resenha escrita pela colaboradora Vanessa Januth do canal Plataforma Literária.

[RESENHA] Métrica

segunda-feira, fevereiro 13, 2017 10 comentários
   O romance de estreia de Colleen Hoover, autora que viria a figurar na lista de best sellers do New York Times, apresenta uma família devastada por uma morte repentina.
Após a perda inesperada do pai, Layken, de 18 anos, é obrigada a ser o suporte tanto da mãe quanto do irmão mais novo. Por fora, ela parece resiliente e tenaz; por dentro, entretanto, está perdendo as esperanças. Um rapaz transforma tudo isso: o vizinho de 21 anos, que se identifica com a realidade de Layken e parece entendê-la como ninguém. A atração entre os dois é inevitável, mas talvez o destino não esteja pronto para aceitar esse amor

    Desde que li “November 9“ me apaixonei pela escrita da autora e pela forma com que me surpreendeu. Confesso que apesar de querer na mesma hora ler todos os livros dela, fiquei com um pouco de receio de não serem tão bons quanto. Já adquiri “O lado feio do amor” e “Talvez um dia” embora já tivesse “Um caso perdido” e não tivesse dado uma chance à autora antes. Me arrependi seriamente depois que passou a Bienal em que nem me interessei em pegar um autógrafo.

   O pai de Layken morreu há 6 meses e devido à dificuldade financeira que isso resultou ela precisa se mudar do Texas para o Michigan, onde passa a ser vizinha de Will e Caulden. Caulden logo se torna amigo do irmão de Lake, Kel. Lake se aproxima de Will, um rapaz responsável de 21 anos que precisa cuidar do irmão após perder os pais, e tem todo apoio de sua mãe até ser revelado um fato que pode impedir o relacionamento dos dois.
"Fico o tempo todo entrando ou saindo de cômodos com raiva de alguém. Will desconta nos poemas dele, eu desconto nas portas"

   Uma leitura com narrativa em primeira pessoa, divertida que fluiu facilmente onde amei conhecer a POESIA SLAM (daí o título original), com vários concursos onde os candidatos devem se apresentar e expressar seus sentimentos com atitude através das palavras. Adorei também o fato de o livro possuir trilha sonora, apesar de no final eu não aguentar mais ouvir Avett Brothers. A cada início de capítulo havia um trecho que alguma música deles e li o livro todo ouvindo todas elas. Também gostei muito da história da Eddie, a melhor amiga da Lake e do relacionamento de Lake com a mãe. Personagens fortes, com atitude e sem mi-mi-mi.

   Estou com um pouco de medo de não gostar da continuação já que para mim o livro teve início, meio e fim, mas acredito que a Colleen não vai me decepcionar. Demorei bastante para me interessar por este livro por pensar ser um livro hot e, se por algum motivo você esteja querendo deixar essa dica de leitura de lado, lembre-se:

“Não é uma boa ideia”.
INFORMAÇÕES DO LIVRO
  • Autor: Colleen Hoover
  • Série: Slammed #1
  • Editora: Galera Record
  • Gênero:YA
  • Páginas: 304
  • Ano de publicação:2013
  • No idioma: Português
  • ISBN: 9788501401861
  • Avaliação média: 4.5
  • Minha avaliação: 4/5
  • Data da resenha: 13/02/2017
  • No Skoob 
Resenha escrita pela colaboradora Vanessa Januth do canal Plataforma Literária.
 
Desenvolvido por Michelly Melo.

Personalizado por Eve Scintilla.