-->

banner topo

[RESENHA] Cilada para um marquês

   “Cilada para um marquês” é um romance de época ambientado na Londres da primeira metade do século XIX. Os capítulos são divididos como se fossem artigos de um jornal de fofocas chamado “Escândalos e Canalhas”, título da série.  Isso chamou muito a minha atenção e, junto com a linda capa, fez eu me interessar pelo livro imediatamente. Ainda mais interessante foi descobrir, na nota da autora, que nessa época de fato já havia esse tipo de jornais e ela comenta que consultou vários na pesquisa para escrever esta série.
   Lady Sophie Talbot é uma protagonista absolutamente apaixonante. Ela é uma mulher forte e determinada que pode não saber muito bem para onde ir, mas tem certeza do que não quer: sucumbir as frivolidades da aristocracia que passou a fazer parte  de sua vida após a titulação de seu pai. Jack Talbot, pai de Sophie e mais 4 meninas, fez fortuna com a exploração de carvão e ganhou o título de conde, segundo as más línguas em uma boa mão nas cartas. Dessa forma a família Talbot passou a fazer parte do mais alto círculo social de Londres e as “Irmãs Perigosas”, como são conhecidas as jovens Talbot, passam a empenhar seus melhores predicados em fazer um bom casamento. Seraphina, a mais velha, foi a primeira a casar-se e tornar-se duquesa.

            Na festa oferecida por Lady Loverpool, Sophie determina seu destino após descobrir a traição do Duque de Haven, seu cunhado. Ao contrário das irmãs, Sophie não recebia muita atenção da sociedade e não se importava com isso. Seu sonho sempre fora ter uma livraria (uma livraria!) em uma cidade muito menor que Londres, mas após ter uma intensa discussão com o cunhado ela termina por se deparara com o Marquês de Eversley, também conhecido como O Canalha Real, o que muda seu destino para sempre.
            Reider, o marquês de Eversley e futuro duque de Lyne “...era tudo o que diziam ser: escandaloso, perverso, um canalha total. Tudo o que a sociedade rejeitava (e) ao mesmo tempo louvava”. Um homem lindo, mas... detestável? Narrando os dias que Sophie passa sob a guarda de Everley, Sarah MacLean nos transporta para um universo irresistível! 
            As discussões entre Sophie e Eversley são maravilhosas e muito divertidas. Os pensamentos de ambos, pontuados entre as respostas propriamente ditas são maravilhosos e eu ri horrores com os dois. Eversley tornou-se definitivamente um dos meus crushs literários mais sérios. Cheio de um ar desprezível e vazio, o personagem é muito bem construído ao longo do livro e tanto o marquês quando Lady Talbot amadurecem a olhos vistos durante a nossa leitura. Eu me senti dentro de cada carruagem, de cada estalagem, dentro de cada cena do livro com a descrição maravilhosa de MacLean.
            A citação do mito de Teseu e Minotauro dá um toque romântico e muito lindo a estória, evidenciando o amor como um sentimento complexo e cheio de armadilhas. Aliás, esse talvez seja o ponto que mais me fez amar esse livro. O romance é tratado da forma bela como o amor deve ser tratado, mas não tão “ingênua”. O passado de Eversley nos envolve e até nos choca. Eu virava as páginas desesperadamente para descobrir o que ele tinha guardado em seu coração e ao descobrir me encantei ainda mais, me surpreendendo com o motivo real de sua fama enquanto canalha.

            Juro que tentei encontrar um ponto negativo no livro, mas sinceramente não encontrei. Amei o texto, o vocabulário rebuscado, mas ao mesmo tempo simples, a profundidade dos personagens, a citação mitológica. Amei a família Talbot e me surpeendi com Seraphina. Mesmo que pareça um caso perdido, dê crédito a essa personagem! Também adorei o sonho de Sophie de ter uma livraria. Adorei imaginar como seria ter uma livraria naquela época. As narrativas mais eróticas são muito bem feitas, sem excessos, mas acrescentando um toque mais ousado em momentos muito bem escolhidos. Fisicamente, o livro é lindo, como uma capa atraente e o detalhe na entrada dos capítulos. Para mim foi uma leitura deliciosa e com certeza merece minhas cinco estrelas no Skoob. Para os amantes de romances de época recomendo com louvor. Um belo volume para se ter na estante.


Esse livro foi foi cedido pela Editora Intrínseca no 1º evento da Alinça dos blogueiros.
 
INFORMAÇÕES DO LIVRO
  • Autor:Sarah MacLean
  • Editora:Gutenberg
  • Gênero:Romance
  • Páginas:320
  • Ano de publicação:2016
  • No idioma: Português
  • ISBN: 9788582354018
  • Avaliação média: 4.5
  • Data da resenha:24/02/2017
  • No Skoob 

4 comentários

  1. Olá, tudo bem? Gostei bastante do texto e do blog em si, é muito limpo e delicado, adorei, parabéns, vai fazer sucesso com certeza!!

    ResponderExcluir
  2. Nunca ouvi falar desse titulo, mas depois da sua resenha, me interessei mais.
    O blog está um amor, tudo com muito fácil acesso, e isso é tão bom. Já favoritei e segui o blog <3

    http://www.mayentrandonoassunto.com/

    ResponderExcluir
  3. Desde que me tornei blogueiro e passei a interagir com outros blogs de literatura, devo confessar que venho descobrindo inúmeros livros, séries, autores, filmes, etc. Pois bem, essa série é mais uma que eu não conhecia.

    Resenha muito bem escrita, boa de se ler.

    Meus parabéns Sarah!

    ResponderExcluir
  4. Oi! A resenha ficou muito bem feita e instigante. O que mais me interessou nesse livro foi o formato de jornal, que você mencionou. Você tem uma capacidade descritiva muito boa. Parabéns. Voltarei sempre que possível! Abraços,
    http://rearteculando.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

Os comentários publicados não representam a opinião do site ou dos autores e são de total responsabilidade do usuário que os editou e submeteu à publicação.

 
Desenvolvido por Michelly Melo.

Personalizado por Eve Scintilla.