-->

banner topo

LIVROS GRATUITOS TODOS OS DIAS

1 Comentário
Somos apaixonados pela a escrita, mas sabemos que nem sempre é possível se comprar um livro novo, por isso resolvemos criar um grupo para divulgar livros gratuitos. Alguns dos livros disponíveis hoje:

   
   
   




Cientistas fantásticos e onde habitam

1 Comentário
Oi todo mundo!!! O DM não é apenas um blog literário e hoje vim fazer o meu primeiro post de uma assunto não relacionado aos livros. Espero que vocês gostem! Para essa “estreia” resolvi falar um pouquinho sobre o que eu faço no dia a dia e que, apesar de estar se popularizando ainda é uma ideia romantizada e idealizada como muito distante. Pois hoje vamos falar de Ciência. Minha área faz parte das Ciências da Saúde e, portanto as minhas referência relacionam-se com esse campo de conhecimento. Espero ver nos comentários a participação de estudantes de outras áreas da Ciência.
O que é ser cientista, ou como eu sinceramente prefiro, pesquisador?

Ser cientista, em minha opinião, é misturar o conhecimento e a curiosidade. É desbravar um novo mundo a cada dia! É muita dedicação, mas também muito prazer e aprendizado.
Ainda durante a Graduação, muitas universidades oferecem a oportunidade de contato com a ciência através dos programas de Iniciação Científica, ou simplesmente IC. Para alguns cursos das áreas de saúde e tecnologia, um estágio de IC é obrigatório e esse costuma ser um importante ponto de virada: Amei-o ou odeie-o! A rotina de um laboratório costuma ser sempre surpreendente. Na verdade, rotina não parece ser uma boa palavra, porque, em boa parte dos casos, não existe rotina. Sempre há algo de novo acontecendo.

Para quem se encantou com esse “estilo de vida” há a possibilidade de embarcar em um programa de pós graduação stricto senso nas modalidades mestrado e doutorado. Aí sim começa a loucura total!! Durante a pós graduação nós somos responsáveis por desenvolver uma pesquisa inovadora, isso mesmo, descobrir algo inédito! É uma saga! Tendo que conciliar o trabalho experimental ou de campo com disciplinas e seminários o mestrado e o doutorado é uma fase única.

Mas o que tudo isso tem a ver com ciência? O Brasil ficou na 23ª posição no ranking global de qualidade científica pelo Nature Index em 2015, sendo o primeiro na América Latina e uma parte enorme dessa produção sai das universidades, do trabalho dos professores, pós-graduandos e alunos de iniciação científica. A ideia do cientista maluco trancado num laboratório já pode ser abandonada. Existimos e estamos a solta por aí!! 

Bem gente, é isso! Beijos.

Referência: Portal Brasil (www.brasil.gov.br)

[RESENHA] Lavínia e a magia proibida

2 comentários
Sinopse: Imagine se você tivesse uma fada a seu dispor para realizar seus desejos e desbravar aventuras utilizando a magia? E, com isso, conhecesse muitas outras criaturas mágicas como goblins, curupiras, ninfas, titãs, minotauros, centauros e bruxos? Foi o que aconteceu com Lavínia, uma menina de agora 10, quase 11 anos, um pouquinho diferente das meninas de sua idade.
      Mas se como Lavínia, você descobrisse não ser alguém que teve a simples sorte de ganhar esse presente, e sim ser o pivô de grandes acontecimentos antigos e futuros?
      Em Lavínia e a Magia Proibida, a menina se verá em uma maravilhosa e ao mesmo tempo perigosa aventura, na qual um bruxo misterioso chega à cidade, à sua procura. Ela vai conhecer a Rua Transversa, um local escondido, onde criaturas, mágicas se encontram em meio ao nosso mundo. Além de tomar um delicioso suco no RAB’S e descobrir que seres malignos desejam captura-la para fins sombrios, cercada de uma magia forte e proibida. Isso desde que souberam do seu nome na Árvore dos Tempos. Lavínia e seus amigos terão de lutar para que nada de mal aconteça a ela e nem aos que estão ao seu redor.
     Imaginem um Rio de Janeiro cheio de seres fantásticos disfarçados andando por aí...
Para ver a resenha do primeiro livro clique aqui
Nesse livro vamos conhecer os ilegálgicos : seres que praticam magia sem autorização do Castelo Nascente.
     Dessa vez o pai de Lavínia não conseguiu fugir do carnaval, pois estava economizando para a Copa do Mundo. Como Lorivaldo diz: festa humana com gente esquisita, o que me fez lembrar muita música "Eduardo e Mônica" do Legião Urbana.
     Um novo grupo se forma na escola, além dos outros já existentes: os arruaceiros. Então a Vina fica muito triste por não ter mais amigos, já quase com 11 anos e por tudo que ela faz de legal não poder contar para ninguém.
Nos deparamos com criaturas como, minotauro, ninfa, bruxo, curupira e muitos outros seres místicos.
     Gosto que o Lorivaldo tenha o mesmo pensamento que eu sobre futebol: que é ridículo um monte de homem correndo atrás de uma única bola e amo quando ele não responde o "boa noite" da forma como deveria.
     O 7x1 da Alemanha na Copa do Mundo foi culpa do Lorivaldo, gente. Ele partilha do mesmo penamento que eu: futebol é um jogo sem pé nem cabeça onde um monte de homens corre atrás de uma única bola para acertar num gol imenso e recebem muito por isso. Como se não fosse mais prático cada um ter a sua bola.
     Kaus, o irmão de Lorivaldo, ainda está à procura da menina, devido ao fato de ela ser a filha da profecia e ter seu nome na árvore dos tempos. Ele quer os itens para trazer alguém muito poderoso de volta (o que me lembrou bastante Harry Potter).
     Gente, se eu tivesse uma fada que fizesse tudo o que quisesse o mundo estaria perdido, sério. Eu jamais pediria para assistir a um jogo de futebol, só acho.
Para quem não leu o primeiro recomendo que leia antes desse, pois apesar de o autor relembrar a história, muita coisa precisa de uma profundidade maior para ser entendida em relação ao primeiro livro.
     Percebemos a personagem evoluindo ao decorrer da história e tomando atitudes mais maduras do que quando tinha 9 anos somente.
Uma história incrível e cheia de magia que deixa aquela ansiedade pela continuação.

Leia a resenha do primeiro livro, o  Lavínia e a Árvore no tempo aqui!

*Livro lido através de participação no booktuber realizado pelo autor parceiro.
INFORMAÇÕES DO LIVRO
Título: Lavínia e a magia proibida
Autor: Lucinei M. Campos
Ano de publicação: 2015
Páginas: 267
Editora: Independente
No idioma: Português
Gênero: Fantasia /Infantojuvenil
ISBN: 9788592100018
Avaliação média: 4,5/5
Minha Avaliação: 4,5/5
Data da Resenha: 12/06/2017
Crítico: Vanessa Januth

[RESENHA] SOS Amor

Nenhum comentário
SINOPSE:
    Quando percebi que boa parte das garotas que me escrevem nas redes sociais pedem conselhos amorosos, senti a necessidade de conversar mais de perto com essas meninas que, assim como eu, estão descobrindo e vivendo seus primeiros relacionamentos. E existe melhor maneira de fazer isso do que num livro?
     São tantas perguntas que povoam nossas cabecinhas quando falamos de relacionamentos que às vezes fica muito difícil conseguir entender o que se passa em nosso coração.
 É por isso que eu estou aqui, amiga: para te ajudar!
Mais do que um S.O.S. amor, este aqui é nosso espacinho, de amiga pra amiga. Tenho certeza de que temos muuuuitas coisas em comum, e é por isso que acredito que compartilhando um pouquinho das minhas experiências vou poder te ajudar nos assuntos complicados do coração!

Então, bora lá?
     
     Confesso que esse livro não seria minha escolha habitual de leitura, mas como recebi o recebi no evento da Aliança dos blogueiros me aventurei na leitura, não conhecia a autora que também é uma famosa youtuber de moda, então fui procurar alguns videos e sinceramente, não gostei, não é o meu  estilo de videos, mas ela é linda  e possui muitos fãs.
   O livro nos traz dicas de relacionamento, como se comportar na hora da paquera e etc, coisa que não me chama nenhuma atenção porque não estou apaixonada e nem desesperada rs.
    O que encontramos no livro não é uma história com narrativa, mas sim muitas fotos da Flávia que digo novamente que é muito linda, mas realmente o conteúdo não me agradou porque ele foi feito para um público específico, meninas adolescentes, no qual não me enquadro.
       O trabalho gráfico da editora está de parabéns, muito colorido, com diagramações muito fofas, muitas fotos e bem revisado.
     A Flávia fez um vídeo falando um pouco sobre o livro e como foi seu processo de criação, segue abaixo:





O livro cumpre o que promete, indico para pré-adolescentes a partir de 12 anos, é um ótimo presente.

INFORMAÇÕES DO LIVRO
Título:  SOS Amor para apaixonadas (ou desesperadas)
Autor: Flávia Pavanelli
Ano de publicação: 2016
Páginas: 144
Editora: Gutenberg
No idioma: Português
Gênero: Autoajuda/Jovem Adutlto
ISBN: 9788582354131
Minha Avaliação: 2,5/5,0
Data da Resenha: 31/03/2017
Crítico: Natália Cunha

Todas as Deusas do Mundo

Nenhum comentário
Sinopse: Ao ler a nova edição desta importante obra, que há mais de uma década tem inspirado as pessoas a celebrar novamente a Grande Mãe em suas diferentes faces, a verdade vai se revelar para você. Informações sobre a Deusa eram raras quando essa obra precursora foi lançada pela primeira vez, o que a tornou em uma das mais influentes fontes a respeito do tema no Brasil e América Latina. Depois dela a criatividade da Deusa explodiu em muitos outros livros.
Ao viajar pelo mundo da Deusa com Claudiney Prieto você vai ganhar insights sobre sua própria alma imortal. A Deusa Global abraçou a nossa diversidade, que é um dom divino dela. Seus muitos aspectos são expressões culturais, bem como a forma que a Deusa se mostra aos seus filhos que se voltam a Ela em oração. Sua espiritualidade brotou do nosso próprio ser, de todo o coração humano. Sua mito­logia não exclui ninguém. Somos todos seus filhos. Desde a concepção até os nossos últimos ritos, estamos andando em seu caminho. resgatar, por meio de suas visões e mitos, a religiosidade wiccaniana.

Todas as Deusas do Mundo, propõe um resgate as tradições da Deusa, o distanciamento do uso dos mitos da Deusa como folclore ou lendas infantis. Do culto que ressurgiu com o movimento Neopagão e a Wicca, se estimula a busca pelas tradições da Deusa da pré-história.
Para o renascimento do culto, no resgate da figura da Deusa representada por esculturas encontradas por arqueólogos, de períodos anteriores ao Neolítico e Paleolítico, em diversas partes do mundo.
No livro Claudiney Prieto traz o contexto histórico do renascimento da Deusa, iniciando por volta de 1900 com Margaret Murray que apresenta a Deusa Mãe Primordial. Gerald Gardner com a bruxaria gardneriana em 1950 que traz a visão de uma Deusa da Terra, lua e mar e o Deus Cornífero da caça e do sol. Nas próximas décadas a aproximação da Wicca com os movimentos feministas. E a concepção que a Wicca continua a crescer e esta ganhando destaque pelos meios de comunicação, propagando o retorno ao culto da Deusa.
O livro está em sua 17ª edição e inicia-se apresentando a Deusa Mãe, os aspectos da Deusa Tríplice e as várias faces da Deusa pelo mundo. Além da história de diversas Deusas e a forma de conectar-se a cada uma, no livro ainda traz seus símbolos, melhores dias, cores e ervas para cultuar e a invocar. Apresenta também a forma de estabelecer um contato com a Deusa consagrando um altar a ela e como traçar e desfazer um circulo mágico.
Esse livro é bastante completo para os praticantes da Wicca, mas também para aqueles que cultuam o Sagrado Feminino, ele apresenta o contexto histórico do culto a Deusa, Cristais, Deusas de acordo com as estações do ano, funções de cada Deusa, e se todo conteúdo incrível não for suficiente ao leitor ainda pode buscar mais informações nas diversas obras citadas nas referências.
Como apaixonada pelos cultos pagãos, tarot e assuntos esotéricos nem preciso dizer que amei o livro, já havia visto comentários sobre as outras edições mas conhecer o livro foi melhor que a expectativa.

Título: TODAS AS DEUSAS DO MUNDO
Autor: Claudiney Prieto
Editora: Alfabeto
EAN: 9788598307435
ISBN: 978-85-98307-43-5
Gênero: Ocultismo, Religião
Formato: 16x23
Nº Páginas: 336
Peso: 500g
Edição: 17ª / 2017


[RESENHA] Sissi - A Imperatriz solitária

Nenhum comentário
    Recebi esse livro no evento da Aliança dos blogueiros e fiquei extasiada, já tinha visto o livro em uma livraria e tinha ficado encantada pela capa que é maravilhosa. O livro conta a história de Elisabeth, a imperatriz do antiga Áustria-Hungria e que era carinhosamente chamda de Sissi. Ela foi considerada a mulher mais linda do mundo, porém, além de ser muito amada ela também foi muito odiada por seu povo.
    Temos aqui uma ficção histórica, onde a autora nos mostra duas décadas da vida de Sissi, conhecemos seus excessos de vaidade e também sem problemas familiares.
    Sissi se casou com o imperador Franz Joseph aos 15 anos, mas não vemos essa época de sua vida, o livros se inicia com ela esperando sei 4° filho e morando em Budapeste (Viena), ela se sente mais feliz ao ar livre e longe da corte pomposa.
    Tenho que admitir que me aborreci muitas vezes com Sissi, ela era muito superficial e só pensava em beleza e era obcessiva pela juventude e acabava se esquecendo de suas obrigações e até mesmo de seus filhos.
    A autora pecou em alguns momentos descritivos longos de mais, fazendo com em diversos momentos o livro fosse cansativo, demorei com a leitura, mas acabei gostando do conteúdo histórico.
    Se você quiser ler achando que será um romance de época pode se decepcionar, porque o romance não é muito focado, o aue temos são muitos fatos históricos e muitos detalhes, ou seja, Sissi a imperatriz solitária é um livro de romance histórico.


INFORMAÇÕES DO LIVRO
-Título:  Sissi - A Imperatriz solitária
-Autor: Alisson Pataki
-Ano de publicação: 2016
-Páginas: 416
-Editora: Gutenberg
-No idioma: Português
-Gênero: Romance Histórico
-ISBN: 9788582354087
-Avaliação média: 3.9/5
-Minha Avaliação: 4/5
-Data da Resenha: 30/03/2017
-Crítico: Natália Cunha
 
Desenvolvido por Michelly Melo.

Personalizado por Eve Scintilla.