-->

banner topo

[CRÍTICA] Rei Arthur: A Lenda da Espada

sexta-feira, maio 26, 2017 3 comentários

Sinopse: Arthur é um jovem das ruas, que controla os becos de Londonium e desconhece seu destino até o momento em é obrigado a retirar da pedra a Excalibur, forçando-o a reconhecer o seu verdadeiro legado, goste ele ou não.

A história do Rei Arthur é uma das maiores lendas da humanidade (pois há muito pouco registro)  e sempre muito explorada pelo cinema. Dentre anos surgem diversas adaptações, que entram de maneira diferente neste enorme universo medieval. A história contada por Guy Ritchie (Sherlok Homes, Snatch, Rock'n Rolla) lançada em 11 de maio, não é diferente, ela explora os novos caminhos de Arthur sob uma nova ótica.

É mostrado de inicio a batalha do então rei Uther (Eric Bana) com um poderoso mago, que é derrotado com o poder da espada Excalibur. Seu irmão Vortigem (Jude Law) descontente com a derrota planeja matá-lo e assim assumir o trono, porém Uther consegue salvar seu filho, o príncipe Arthur.

Jude Law como o Rei Vortigem
Arthur (Charlie Hunnam, San de Sons Of Anarchy) acaba sendo criado num bordel em Londonium (um nome tanto familiar) após ser resgatado por mulheres num rio. Ele cresce em meio a adversidades, a margem da sociedade, tornando-se o herói das ruas, o que trás uma postura diferente de todos os retratos de Rei Arthur no cinema.

Quando Arthur se vê obrigado a tentar retirar Excalibur da pedra, vê tudo mudar de uma hora para outra, as profecias que o povo inglês tão esperava estão a um passo de serem cumpridas. Se na história original Merlim que é quem conselha e ajuda a Arthur, aqui somos apresentado a The Mage (Astrid Bergès-Frisbey) enviada por Merlim para ajudá-lo a tomar o trono, trazendo um nível maior de magia para a história.

Charlie Hunnam como Arthur e Astrid Bergés-Frisbey como The Mage
As cenas de batalhas, tem muita ação, confrontos bem trabalhados com as câmeras, que ainda sobra espaço para risadas. Guy por sua vez entrega um filme envolvente e dinâmico, mesmo pra quem prefere as outras adaptações. Com uma fotografia belíssima que contrasta de maneira harmônica com a trilha sonora de qualidade, toda composta por Daniel Pemberton, destaque para a música The Devil & The Huntsman . O que pode incomodar é o execesso de CGI (computação gráfica) nas cenas de batalhas e momentos de slow motion ao decorrer do filme.

O filme é uma boa aposta, pra você que gosta de aventuras, de jogos de RPG e de toda a história medieval. Foi todo filmado no Reino Unido, com cenas na Escócia e no País de Gales. Assisti o filme ontem e não me aguentei, precisava dividir a experiência. Aproveitem esse trailer todo ao som de Babe I'm Gonna Leave You do Led Zeppelin.








Nome: King Arthur: Legend of the Sword
Diretor: Guy Ritchie
Roteiro: Joby Harold, Guy Ritchie e Lionel Wigram
Atores: Charlie Hunnam, Astrid Bergès-Frisbey, Jude Law, Djimon Hounsou, Eric Bana e Aidan Gillen
Data de lançamento: 11 de maio de 2017
Gêneros: Ação, Drama, Aventura
Classificação da MPAA: 14 anos
Duração: 2 horas e 6 minutos
Avaliação segundo o IMDB
              Avaliação: 7,3/10
              Votos: 30.134
Crítica
Crítico: Larissa Batalha
              Avaliação da crítica: 7,5/10 
              Data Crítica: 26/05/17
 
Desenvolvido por Michelly Melo.

Personalizado por Eve Scintilla.