-->

banner topo

[CRÍTICA] #REALITYHIGH Netflix

sábado, setembro 09, 2017 2 comentários


#REALITYHIGH acabou de entrar no catalogo da Netflix, é um romance voltado para o público mais adolescente, tem todo aquele ambiente de ensino médio se preparando para se inscrever nas universidades. É claro, não pode faltar as lideres de torcida, a garota popular, o atleta da escola e a menina fora do padrão que sofre algum tipo de preconceito.
Seguindo nosso contexto atual, as zoações com a protagonista Dani ocorrem principalmente no mundo virtual, sem qualquer preocupação com as consequências do ciberbulling, um dos pontos do filme que achei ter sido tratado sem qualquer responsabilidade.
Eu não sou o público alvo do filme, mas isso não me impede de compara-lo a outros, nessa questão acredito que ele ficou muito preso no triangulo amoroso adolescente com dois jovens populares e um nerd/rejeitado, sem contar que é uma releitura bem próxima do Ela é Demais(1999).
Toda a história reforça a ideia que a moça é o patinho feio, isso fica ainda mais claro quando ela vai com uma roupa inadequada para uma festa.
Além de não haver uma punição correta quanto aos abusos do ciberbulling também tive certo incomodo ao perceber que a protagonista muda tanto para ser aceita pelos colegas mas em nenhum momento ocorre um empoderamento da personagem que seria essencial.
#REALITYHIGH oferece mais do mesmo dos romances adolescentes. É um filme leve, sem qualquer preocupação com o peso do ciberbulling na vida dos adolescentes. Onde situações de abuso emocional dos adolescentes são tratados como um exagero por parte dos jovens.


Nome: #REALITYHIGH
Diretor: Fernando Lebrija
Elenco:Nesta Marlee Cooper, Kate Walsh, John Michael Higgins, Keith Powers, Alicia Sanz, Jake Borelli, Kid Ink, Yousef Erakat, Rebekah Graf, Anne Winters, Peter Gilroy, Patrick Davis.
Data de lançamento: 09/09/2017
Gêneros: Comédias, Comédias adolescentes
Classificação da MPAA: 14 anos
Duração: 1h 39 min
Avaliação segundo o IMDB
              Avaliação: 6,1/10
              Votos: 82
Crítica
Crítico: Evelin Lopes
              Avaliação da crítica: 5,0/10 
              Data Crítica: 09/09/2017

 
Desenvolvido por Michelly Melo.

Personalizado por Eve Scintilla.