-->

banner topo

[RESENHA] O Beijo Traiçoeiro

Nenhum comentário
Sage Fowler tem 16 anos e um belo dia seu tio William lhe diz que providenciou sua avaliação com Darnessa Rondelle, a maior casamenteira da região.
Por um lado ela cogita fugir, mas por outro se ressente por ninguém achar que alguém vá querê-la. Ela pesa os prós e os contras e decide esperar para ver no que isso vai dar.
O livro se passa em Crescera, região cerealista de Demora, e é narrado em terceira pessoa.
Sage é insolente e tem orgulho de quem é. Isso acaba sendo engraçado e atribuindo uma forte personalidade. Tanto que os soldados a chamam de estorninho, que é um passarinho inteligente, porém irritante.
Alex, o capitão Quinn, preza pela aprovação de seu pai e teme fazer besteira no comando. Isso faz com que nos aproximássemos dele.
Eu pensava que ele seria o par de Sage, até que Ash aparece e me deixa confusa em relação a isso.
Enquanto isso tem a questão toda política por trás. Entre os soldados está Robert, o herdeiro legítimo do trono, o que os kimisaros não podem saber em hipótese alguma, a isso se deve o fato de os soldados temerem um ataque a qualquer momento. Durante o Cordordium, que é quando a casamenteira deve achar um par para as ladies, eles se encarregam de escoltá-las.
Eu acho a capa sensacional. Tudo nela parece que foi muito bem pensado, desde a fonte do título até o fundo e as cores.
Acho o livro uma mistura de "As crônicas de amor e ódio" e "A seleção", e achei as partes da Sage muito mais divertidas que as do Alex e não me incomodou ser escrito em terceira pessoa, mas foi um pouco lento no começo. Só as cenas de luta que achei um pouco confusas.
Me dá agonia só de pensar que uma outra pessoa escolhe um marido para alguém que nem da família é, esse é o papel da Darnessa, a casamenteira de quem Sage vem a ser aprendiz. Gostei muito dessa personagem e o debate coletivo do livro foi muito proveitoso, pois me ajudou em vários aspectos na hora de construir a resenha. Achei o final satisfatório e quero muito ler a continuação.
"Era quando as pessoas estavam em seu pior que mais precisavam de amor".
"Representamos vários papéis ao longo da vida...isso não faz com que todos sejam mentira".

Inspiração Coachella

Nenhum comentário
Nos últimos dias ocorreu o Coachella, um dos maiores eventos de música no mundo. E a cada ano, após os shows ficam diversas inspirações que podemos aproveitar no cotidiano. Um dos maiores destaques do evento com toda certeza foi o show da Beyonce transmitido no dia 14/04 através do youtube. Não só os maiores fãs, mas até quem só acompanha as músicas mais famosas tiveram uma grande surpresa com novos arranjos nas músicas e como elas foram trabalhadas para ficarem uniformes. E o que foi o visual universitário que ela trouxe para os palcos na sua roupa, e dos integrantes da banda e dançarinos?
Resultado de imagem para beyonce coachella 14/04

Resultado de imagem para beyonce roupas coachella
Embora ela tenha trazido um figurino tão rico para o show, algo que tem um grande destaque são a forma como as pessoas se vestem para o evento, sempre trazendo um visual Boho. Quem vai com frequência nesses shows, já está ligado que não dá para ficar carregando muito peso, nem passando muito calor durante o dia. A escolha por peças mais leves é a escolha certa para quem quer aproveitar o evento.
Peças teladas é uma opção para quem não tem problema em mostrar o corpo, a própria Beyonce esteve com uma peça telada no palco.




Os conjuntos de top e short combinando são uma ótima opção, principalmente por em sua maioria ser em tecidos mais finos, uma boa dia é evitar peças mais pesadas, como tecidos de alfaiataria. Bodys com short também são uma ótima pedida para quem prefere uma peça colada no corpo.





Espero que aproveitem as dicas de peças ;)

[RESENHA] O Olhar de Milo

Nenhum comentário
Milo Moon tem 9 anos não vê o mundo como as outras crianças. É como se ele enxergasse pelo buraco de uma agulha e por isso, junto com a sua "avó" Lou (que não fala há 63 anos), ele treina seus outros sentidos para compensar o que não desempenha muito bem por causa da retinite pigmentosa. Em breve Milo perderá a visão.
Os capítulos alteram entre o ponto de vista de Sandy (a mãe de Milo), Lou, Milo e Tripi (o cozinheiro da casa de repouso), o que fez a leitura fluir a todo vapor.
Milo tenta impedir que sua avó vá para uma casa de repouso por não estar mais num nível aceitável de sanidade, mas ela acaba indo para o "Não me esqueças", que aparentemente é um bom lugar: limpo e com um lindo jardim. Infelizmente Milo não pôde deixar o porquinho Hamlet com a avó, pois o lugar não aceitava animais. Ele não suporta o fato de ter que largar a avó sozinha e tenta visitá-la sempre que pode. Mas quando percebe que há algo muito errado naquele lugar, Milo precisa dar um jeito de fazer todos enxergarem o que só ele vê.

樂O livro me lembra "Vovô deu no pé" por causa da premissa e recomendo à todas as idades.
O livro se passa em Slipton, Inglaterra, e é narrado em terceira pessoa.
Entrou para a lista dos queridinhos junto com "Crenshaw" e "Memórias de um amigo imaginário".
O final me deixou levemente triste e quase me fez chorar.
O livro nos mostra a triste realidade de alguns asilos: maus tratos para com os idosos e a falta de condições acessíveis e conforto.
A diretora do asilo só se importa com o prêmio que precisa ganhar e não pensa em fazer nenhuma melhoria no local, somente em si própria. O que uma criança pode fazer para consertar as coisas e salvar sua avó quando ninguém lhe dá ouvidos?ㅤ
"Mas, às vezes, quando você vê coisas que não parecem corretas, é seu dever virar o barco, não é?"

"As pessoas fazem coisas ruins quando estão infelizes".

Roube o look da Anastasia Steele

Nenhum comentário


50 tons de cinza conquistou milhares de leitores em todo o mundo, o sucesso foi tão grande que a trilogia ganhou nova mídia e foi parar no cinema levando a bilheteria do primeiro filme a 571,1 milhões de dólares. Mas além de toda pegada HOT que á nos livros e filmes, um detalhe que chama a atenção são as roupas utilizadas por Anastasia Steele( Dakota Johnson).


As blusas lisas em tecido leve, chamaram a atenção daquelas mulheres que querem adotar um look mais sério. Mesmo a atriz utilizando um corte de cabelo, mais juvenil são nas roupas que ela conquistou a seriedade da personagem. Separei algumas peças da Zaful que são a cara da personagem, num preço bem acessível.






Chega de roubar a camisa do namorado para ter uma camiseta soltinha no corpo!

[RESENHA] Viva - a vida é uma festa

Nenhum comentário
SINOPSE:O jovem Miguel sonha em se tornar um músico famoso como seu ídolo, Ernesto de la Cruz. Ansioso para provar seu talento, Miguel vai parar no colorido e impressionante Mundo dos Mortos. Durante sua jornada, conhece um vagabundo encantador, Hector, e juntos partem em uma aventura extraordinária. Viva - A Vida é uma festa - HQ que conta a história do filme

     Miguel Rivera vinha de uma família que há gerações não gostava de música, devido a seu tataravô ter abandonado a família pela música. Sua família agora fazia sapatos e, no día de los muertos (dia dos mortos), sua família decide que ele deve parar de engraxar sapatos e começar a fazê-los também. Naquela noite haverá um festival onde Miguel pretende se apresentar e ser famoso como seu ídolo Ernesto de La Cruz.
     Após sua abuelita quebrar seu violão, Miguel tem a "brilhante" ideia de "pegar emprestado" o violão de Ernesto em seu mausoléu. Mas não se pode tirar algo dos mortos no dia dos mortos. Eis que recai sobre ele uma maldição que o leva diretamente para o mundo dos mortos.
Lá ele encontra outros membros de sua família que também repudiam a música e volta para o mundo dos vivos com a condição de nunca mais se envolver com música. Condição que quebra assim que retorna para o mundo dos vivos.
Miguel, novamente no mundo dos mortos, não quer voltar sem a bênção de um parente que ame a música tanto quanto ele, mas ele só tem até o nascer do sol ou nunca mais poderá regressar e se tornará parte daquele mundo para sempre.
O livro se passa em Santa Cecilia e é narrado em terceira pessoa.

    Achei muito interessante ter a Frida Kahlo e o livro ser baseado no filme, que assisti no dia seguinte ao que fiz a leitura e amei.
Adorei a forma como o livro nos mostra a importância da família e como necessitamos do apoio dela.
"Não podemos negar quem estamos destinados a ser".

INFORMAÇÕES DO LIVRO
Título: Viva - a vida é uma festa
Autor: Vários autores
Ano de publicação: 2018
Páginas: 56
Editora: Pixel
No idioma: Português
Gênero: Infantil
ISBN: 9788555460944
Avaliação média: 5/5
Minha Avaliação: 5/5
Data da Resenha: 22/02/2018
Crítico: Vanessa Januth

*Livro recebido no evento da Aliança dos blogueiros de 2018


 
Desenvolvido por Michelly Melo.

Personalizado por Eve Scintilla.