-->

banner topo

[RESENHA] O ar que ele respira

Hoje vim falar sobre um livro onde os capítulos alternam entre a narrativa de Elisabeth e Tristan, duas pessoas que perderam seus companheiros de forma trágica e sofrem muito por conta disso.
Apesar de todos dizerem que ele é um monstro e que ela deveria se afastar, Liz sente uma forte atração por Tristan e acredita que no fundo ele é uma boa pessoa. Ela vê que, em seu interior, ele carrega uma ferida tão ou mais profunda que a sua.
Tristan procura afastar as pessoas, mas começa a aparar a grama de Liz. Também acaba se deixando levar pelo doce jeito de sua filha Emma, que o chama de Pluto (o motivo disso me fez rir muito). A cada pluma branca que aparece, Emma acredita que seu pai está presente e zelando por ela, o que a traz conforto. Ela também se torna muito próxima de Zeus, o cachorro de Tristan.
Completamente desolados e destruídos, Tris e Liz buscam lembrar seus entes queridos sempre que podem e isso acaba resultando em um relacionamento um tanto estranho (realmente, achei bizarro).
Ele trabalha numa lojinha exotérica, pois seu sonho de trabalhar com o que realmente queria foi interrompido no dia em que seu coração foi despedaçado. Ela trabalha numa lanchonete, pois seu trabalho de design de interiores também não fazia mais sentido sem Steven.
Os personagens secundários foram muito bem construídos: o sr. Henson da loja, Tanner, Sam e a família de Liz e Tristan. A mãe de Liz também nunca superou a morte do marido e lida com isso saindo com um monte de caras que acabam nunca sendo "o cara certo". A amiga de Liz, Faye, me fez rir horrores (melhor personagem).
O final conseguiu me deixar agoniada e me surpreender e várias coisas que vão sendo esclarecidas ao decorrer da narrativa me fizeram lembrar a escrita da Colleen Hoover.
Confesso que só fiz a leitura porque ganhei num sorteio e foi escolhido em um grupo de leitura do qual eu participo, pois a capa, apesar de ter um modelo super gato, não me chamava atenção, pois me remetia a livro hot. Realmente tem umas cenas bem quentes, mas nada incômodo e recomendo muito a leitura.
Apesar de fazer parte da série Elementos, que é constituída por quatro livros relacionados ao ar, fogo, água e terra, cada livro tem uma história independente e podem ser lidos em qualquer ordem.
Espero que vocês também dêem uma chance a essa leitura e se apaixonem como eu. Confiram alguns quotes abaixo:
"Era terrível a capacidade da nossa cabeça de inventar histórias sobre pessoas desconhecidas, que precisavam muito mais de amor do que nós poderíamos supor."
"Os pequenos momentos de felicidade compensam a dor, e os cacos do coração podem ser colados novamente. Quer dizer, sempre fica uma cicatriz ou outra, e, às vezes, as memórias do passado te queimam por dentro, mas são uma lembrança de que você sobreviveu. É esse fogo que nos faz renascer."
"Às vezes a vida é estranha. Você só precisa aprender a lidar com a esquisitice dela e encontrar algumas pessoas igualmente estranhas que vão te ajudar a seguir em frente".
"Não jogue fora a chance de ser feliz. No final, não são nas cartas de tarô, nos cristais ou nos chás especiais que reside a magia. A magia está nos pequenos momentos. Nos pequenos gestos, nos sorrisos de gentis e nas risadas silenciosas. A magia é viver todos os dias e se permite respirar e ser feliz. Meu querido, a magia é amar."


Título: O Ar que Ele Respira
Autora:  Brittainy C. Cherry
Ano de publicação: 2016
Páginas: 308
Editora: Record
No idioma: Português
Gênero:Romance, Literatura Estrangeira
ISBN:978-8501075666
Resenhado por: Vanessa Januth

1 Comentário

  1. Já quero <33
    Parabéns pelo blog, já estou seguindo para poder acompanhar as novidades

    www.papomoleca.com.br

    ResponderExcluir

Os comentários publicados não representam a opinião do site ou dos autores e são de total responsabilidade do usuário que os editou e submeteu à publicação.

 
Desenvolvido por Michelly Melo.

Personalizado por Eve Scintilla.