-->

banner topo

Ambição

  Essa carta e a da Morte são duas cartas complexas de explicar quando se está tirando o tarô para alguém, as pessoas ficam presas aos aspectos apresentados pela igreja e interpretam a carta de maneira equivocada antes mesmo de dizermos seus significados.

  Vamos falar da carta o diabo, acredito que a forma mais fácil de explicar essa carta é dizer que ela representa aquele vilão de novela que faz tudo pela fortuna do outro, ou mesmo para destruir um relacionamento cobiçando um dos mocinhos. 
Ela representa os esforços em conseguir algo sem pensar nas consequências dos atos a ambição, a busca por um prazer imediato. Então é uma carta ruim que represente o mal que devo evitar reproduzir? Não pelo contrário, é uma carta que mostra que todos temos os dois lados yin e yang e precisamos encontrar o equilíbrio entre eles. É errado ter ambição? Não, se for ver o significado da palavra vai obter: “anseio veemente de alcançar determinado objetivo” e quem não tem objetivos? É preciso ter ambição mas com certa medida, saber que não se deve passar limites para conseguir o que deseja. Na hora que comecei o post lembrei da música Vencedor do Los Hermanos, pois o décimo quinto arcano do tarô lembra isso, aquelas pessoas loucas pelas vitórias por estar à frente de tudo, e que não compreende que as vezes nas derrotas você aprende mais lições que na vitória. 

  Mas volto a dizer a carta sugere a necessidade de um equilíbrio, vale a pena passar por cima dos seus ideais, valores para conseguir o que deseja? Será que estes desejos não passaram do limite comum e estão beirando a obsessão? Cuidado com os excessos. Como diz a frase: “Quem caminha sozinho pode até chegar mais rápido, mas aquele que vai acompanhado, com certeza vai mais longe”. Tenha em mente que a vitória sem amigos, passando por cima de tudo e todos tem grande chance de ser frustrante!

Nenhum comentário

Postar um comentário

Os comentários publicados não representam a opinião do site ou dos autores e são de total responsabilidade do usuário que os editou e submeteu à publicação.

 
Desenvolvido por Michelly Melo.

Personalizado por Eve Scintilla.