-->

banner topo

[RESENHA] Cabeças de ferro

“Cabeças de Ferro” é um romance muito divertido da autora mineira Carol Sabar. A narrativa sobre Maria Luísa da Silva (Malu) começa quando ela vai para Ponto Sem Nó, uma cidade universitária fictícia localizada em Minas Gerais para iniciar seus estudos na UPN – Universidade de Ponto sem Nó, uma das mais concorridas do país.
Malu sempre fora uma excelente aluna e a aprovação em primeiro lugar no vestibular não foi surpresa para ela. O problema é que essa conquista a traria um antigo pesadelo: O seu carrasco no trote universitário seria Artur Cantisani, ex-colega de turma. Por culpa de Artur, Malu passou pela maior humilhação de que podia se lembrar. Ainda sob efeito do ódio e da revolta de reencontrar Artur, com o agravante de estar em uma posição “subordinada” Malu vai para o Bloco 14 na primeira noite de aulas, onde, por tradição ocorre o trote da Engenharia de Produção.

   “Tudo aconteceu muito rápido. De olhos bem fechados, esperei pela enxurrada de misturas fedorentas que Artur jogaria em mim. Pude ouvir o som do líquido sendo derramado da garrafa. Mas meu cabelo e minhas roupas continuavam secas.    Então abri os olhos. Artur havia despejado o líquido na garota japonesa ao lado. Não em mim. [...] De repente a garota ficou branca como cera e seu rosto foi inchando, inchando... Até ela pôr as mãos na garganta, como se estivesse sufocando, e desabar no chão.”
   Após os acontecimentos da noite do trote, o texto vai sofrendo desdobramentos inacreditáveis prendendo a leitura página a página. O texto da Carol Sabar beira o limite do mágico. Ela me prendeu do início ao fim do livro, não apenas me mantendo interessada na narrativa como me deixando angustiada para saber o desenrolar de cada parte da estória.
Além da fluidez impecável do texto e do bom vocabulário o livro é mega divertido. Eu ainda não consigo parar de rir com a enumeração das “varinhas” da Malu (Gargalhadas!!! Não posso contar! Sorry). Adorei o “Chuchu” da mãe da Malu e os “pensamentos” da personagem (deleta, deleta, deleta!). O texto é agradável em todos os sentidos: os protagonistas são jovens, do primeiro ano da UPN, mas o texto não atribui uma característica “fútil” ou “imatura” aos personagens (Apesar de eu ter me irritado com a ladainha de líder e vice-líder). O frescor da idade é atribuído por meio da praticidade e entusiasmo, além claro, da descontração e clima de festa ao som de excelentes citações musicais muito atuais (Dá para criar uma playlist muito boa só com as músicas citadas). O ambiente de universidade é muito bacana, em especial para quem está próximo ou sonhando com esse período da vida.
Como ponto negativo eu senti que faltou alguma coisa (aquele “tchan” sabe?). A ideia é interessante e a execução é ótima, mas senti falta de algo. A autora usa as muitas reviravoltas da estória para despistar algumas informações, numa dessas, ela me deixou curiosa por um desenrolar alternativo e talvez por isso eu ache que falta algo. 
Fisicamente, eu confesso que não gostei muito da capa. Assim que a vi, imaginei um livro voltado para um público mais jovem que a faixa etária dos personagens. Eu achei que o livro era ambientado no colégio, porém depois que eu comecei a ler, vi que se tratava de algo completamente diferente do que eu imaginara. Mas no fim das contas, não tenho certeza sobre o que eu mudaria nela.

De uma forma geral, acho que esse é um livro daqueles para o dia que você está a fim de se divertir com uma leitura ágil e leve. Muito bem escrito, “Cabeças de Ferro” cumpre perfeitamente o que se propõem. Reafirmo: é um trabalho muito bem feito, mas não me surpreendeu. Ganhou 4 estrelas no meu Skoob.
INFORMAÇÕES DO LIVRO
 §  Autor: Carol Sabar

§  Editora: Jangada
§  Gênero: Juvenil
§  Páginas: 304
§  Ano de publicação: 2016
§  No idioma: Português
§  ISBN: 9788555390562
§  Avaliação média: 4.3
§  Minha avaliação: 4/5
§  Data da resenha: 14/03/2017
§  No Skoob


Esse livro foi foi cedido pela Editora Jangada no 1º evento da Alinça dos blogueiros.

Nenhum comentário

Postar um comentário

Os comentários publicados não representam a opinião do site ou dos autores e são de total responsabilidade do usuário que os editou e submeteu à publicação.

 
Desenvolvido por Michelly Melo.

Personalizado por Eve Scintilla.